5 carreiras que você pode seguir se fez engenharia

Com a recessão que estamos vivendo e com a operação da Lava Jato, houve uma diminuição no número de projetos em construtoras. Isso gerou a demissão de muitos profissionais, principalmente engenheiros. Apesar do cenário atual ser mais otimista, a taxa de desemprego no país permanece alta.

Antigamente o profissional que estudava uma determinada área, não tinha um leque tão grande de opções para se trabalhar em outras áreas, mas isso mudou e hoje, o mercado de trabalho está aberto para profissionais com formações diferentes. Habilidades múltiplas são a chave para ter um time rico e complementar e quem fez engenharia saí na frente nesse ponto.

Uma das formações que mais viabiliza opções de trabalho fora da área de estudo atualmente é a engenharia. O curso envolve habilidades de liderança, projeto, solução de problemas… Temáticas recorrentes em qualquer mercado de trabalho.

Quer saber mais sobre como funcionam as áreas de Recursos Humanos, Controle de Qualidade e Produção? O Descobrindo Áreas pode te ajudar!

5 carreiras que engenheiros podem seguir além da engenharia.

Marketing

O Marketing tem atraído engenheiros para contribuir com uma visão analítica e a compreender o alto volume de dados e números que são importantes para a área.

Aliando o bom dos dois mundos: publicidade e engenharia, a empresa saí na frente pois consegue ter uma equipe multidisciplinar. Um profissional complementa o outro, resultando num trabalho mais assertivo através de uma boa interpretação de dados.

O engenheiro de marketing geralmente é responsável pela gestão de planejamento, análise de dados, controle e operação, resultado e ROI.

Esse perfil exige mais do que gostar de números. Saber interpretar dados, gostar de publicidade e compreender o comportamento de público também são coisas essenciais.

A experiência dos engenheiros em ciências exatas possibilita uma análise de dados muito mais profunda e uma mensuração mais robusta para criar campanhas que vão de encontro ao que o público quer.

Consultoria estratégica

Esse ramo é focado em gestão para o desenvolvimento de empresas, através de pesquisas de mercado, concorrência, análises e modelos financeiros. O trabalho é realizado em conjunto com o alto escalão das empresas. Mudanças de segmento de localização também exigem esse tipo de consultoria.

O profissional desta área obrigatoriamente precisa ter raciocínio logico, excelente capacidade analítica e versatilidade para lidar com problemas complexos e dos mais variados, além da pressão.

Finanças

O ramo financeiro é amplo: bancos, empresas de contabilidade e empresas de investimentos, são alguns ramos que um engenheiro pode seguir fora de sua carreira de formação.

O perfil esperado é estratégico. Lidar com números, foco em resultado, ambição, habilidade de negociação e não se engane: a comunicação também é imprescindível.

Vendas

Um engenheiro não só pode trabalhar com vendas, ele deve!

Esse profissional realiza vendas complexas, isto é, vendas cujo ciclo de venda tende a levar semanas ou até meses e envolve muitas reuniões e muito estudo do projeto. Nesses casos, nada melhor do que um próprio engenheiro para saber o que o projeto demanda com propriedade no assunto.

Além da formação em engenharia, essa carreira exige ser comunicativo, bastante analítico, gostar de trabalhar fora do escritório visitando clientes e ser estudioso para estar um passo à frente e trazer inovação e produtos que agreguem valor aos projetos.

Música

A música é uma das áreas que um engenheiro elétrico pode trabalhar.

O seu conhecimento de matemática e física são altamente valorizados para se trabalhar com áudio.

Há pouquíssimos cursos no país para a formação de engenheiros de áudio. Portanto, a formação em engenharia elétrica abre portas para se trabalhar em gravadoras e produtoras.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *