Autoconhecimento: a ferramenta do sucesso!

O autoconhecimento tem sido pauta constante em discussões sobre inteligência emocional, coaching, empoderamento e planejamento de carreira. Não é à toa.

Se autoconhecer deveria ser, de maneira natural, um dos primeiros passos de todo ser humano.

E não se engane! Autoconhecimento não é só saber responder de imediato que estilo musical você mais gosta, qual a sua comida preferida e outras questões superficiais. Na verdade, o autoconhecimento está muito mais ligado ao conhecimento de suas emoções, reações e motivações.

Conhece-te a ti mesmo. Mas por quê?

Compreender melhor nossos objetivos, reações, razões e vontades, nos ajuda a traçar planos reais e que condizem mais com a nossa personalidade e com a realidade em que vivemos.

Se conhecer te ajuda a estar um passo à frente, pois torna possível entender melhor o porquê de determinadas reações, hábitos e comportamentos, identificando a raiz dos problemas e auxiliando na evolução como um todo.

Desenvolvendo o autoconhecimento

“Quando não há inimigo dentro, os inimigos de fora não podem fazer nenhum mal.”

O ser humano é um ser complexo e se conhecer na prática nem sempre é tarefa fácil. Uma coisa é fato: desenvolver o autoconhecimento vai te tirar da zona de conforto.

Para te ajudar nessa missão, listamos a seguir algumas coisas que podem te ajudar nessa missão de se conhecer melhor.

1. Questione-se!

Para entender suas motivações e reações, você deve se perguntar o que fez com que você tomasse uma decisão X e não a Y. Por que você ficou nervoso com determinada situação? Por que agiu de determinada maneira? Esses são exemplos práticos para entender seu comportamento diante das adversidades e desafios.

2. Viva novas experiências

Esteja aberto a sair do óbvio e sempre analisar o que te faz bem ou não. Ter mais consciência das suas preferências, te ajuda a realmente entender o que você gosta de verdade e a buscar viver situações mais prazerosas.

3. Avalie suas relações

Avalie as relações que você tem e como elas estão estabelecidas. É possível que nesse processo você identifique relacionamentos tóxicos e nessa hora, vale se afastar por definitivo de quem não te faz bem. Além disso identifique as principais razões de desentendimentos e divergências de ideias – sem julgamentos! Entender e respeitar as diferenças é essencial para qualquer relacionamento interpessoal no âmbito pessoal e profissional.

4. Exercite a sua autopercepção

Avaliar cada situação, positiva e negativa, ajudará a construir a sua visão de mundo e principalmente o afastará de possíveis ciladas.

5. Use ferramentas que te ajudam a se autodescobrir

Existem inúmeras ferramentas que podem te ajudar a se conhecer melhor. Aqui no bettha, por exemplo, você tem acesso à diferentes mapeamentos de perfil que usam perguntas fáceis e rápidas para te ajudar a descobrir no que você é genial, quais são suas verdadeiras paixões e o que te motiva. Tudo de graça!

Todo esse processo de sair da zona de conforto para se autoconhecer pode ser doloroso, afinal, com ele você descobrirá facetas que até então você não compreendia. Mas acredite, no final, será compensador.

Você conseguirá ser mais bem sucedido nos seus objetivos e terá mais chances de conseguir uma carreira que esteja de acordo com os seus propósitos e crenças.

Vale ressaltar que autoconhecimento é um exercício dinâmico e constante. Ninguém é o mesmo de cinco anos atrás. Mas já dizia Raul, é melhor ser uma metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *