Como se destacar em uma dinâmica de grupo em 13 dicas infalíveis

Como se destacar em uma dinâmica de grupo em 13 dicas infalíveis

É na etapa de dinâmica de grupo que os candidatos podem mostrar suas características e habilidades para se destacar. Nesse post, nós reunimos 13 dicas incríveis para te ensinar como se destacar em uma dinâmica de grupo.

Para algumas pessoas, a fase de dinâmicas de grupo é ainda mais assustadora do que a entrevista individual. É um momento que você precisa impressionar o seu potencial empregador, mas também se concentrar em se destacar daqueles que o rodeiam – sem parecer rude. 

Embora esse formato pareça um tanto difícil de ser bem-sucedido, a dinâmica de grupo não tem tanta complexidade assim. Com uma dose de preparo é possível assumir um posicionamento confiante durante a dinâmica de grupo. 

Confira 13 dicas práticas para você passar com sucesso em uma dinâmica de grupo.

1. Seja você mesmo

Não queira ser uma pessoa que você não é. Caso você apele para a atuação, é muito provável que ela não seja convincente por muito tempo – colocando em risco a sua conquista pelo emprego. Além disso, o recrutador pode achá-lo forçado demais, podendo te riscar até de futuras oportunidades.

Tome cuidado também com a forma com a qual você se mostra. Sabemos que ninguém é perfeito – e ninguém espera contratar um profissional sem defeitos. Porém, sobre você mesmo – sobre suas qualidade e defeitos, fale de modo objetivo e claro. Atente-se ao como você apresenta as suas características negativas – lembre-se que sempre podemos melhorar!

2. Fale de conquistas, mas vá além dos números

Em uma dinâmica de grupo, nem sempre você conseguirá responder a todas as perguntas que forem feitas. Portanto, faça as suas respostas valerem a pena.  

Realce realizações e conquistas específicas – não apenas com números, mas também com um bom storytelling. Além disso, faça perguntas aos entrevistadores que mostrem que você está interessado na empresa.

3. Seja educado com todos

Concentre-se em ser educado e amigável com todos – não apenas com a equipe de RH. Juntamente com o conjunto de habilidades e qualificações, a equipe de contratação também analisa a sua capacidade de se comportar sob pressão, trabalhar com outras pessoas e demonstrar confiança. 

Procura-se candidatos que tratem todos com respeito e simpatia. Não candidatos que tentam se mostrar superiores aos outros.

4. Mostre experiência

Ao se contratar alguém, o RH busca encontrar um candidato que agregue valor ao time. Assim, a equipe será cada vez melhor, melhorando seu desempenho a longo prazo.

Dizer que é especialista em algo sem provar domínio é jogar palavras ao vento. Prove que você é um especialista através dos resultados obtidos – até mesmo pelos erros que cometeu até chegar naquele resultado. 

5. Seja confiante 

Parecer confortável no que pode ser uma situação desconfortável é um ponto a seu favor. 

Por mais que você não tenha todas as respostas do mundo, ao responder uma pergunta, mostre confiança. 

A confiança em si mesmo mostra a capacidade de ser proativo, mesmo que possa vir a errar. A cereja do bolo aqui é não vacilar por causa do nervosismo. 

Se você se preparar, você tende a ficar menos nervoso, menos ansioso – por consequência, fica mais confiante.

6. Mostre que você se importa com o trabalho em equipe

A dinâmica de grupo é um ótimo momento para analisar o aspecto de trabalho em equipe. 

Seja líder e dê o exemplo ao seu grupo. Essa é a hora de brilhar! E se houver mais de uma pessoa no grupo que tenha perfil de líder, não tente ser o único líder do grupo. Na possível tensão entre os candidatos, essa “guerra dos tronos” pode gerar um atrito desnecessário. Assim, busque ser conciliador – sem impor suas ideias.

Busque trabalhar como líder em harmonia com o outro candidato a líder. Se os líderes trabalharem juntos, aumentam as chances do grupo de vocês se destacarem em relação aos demais.

Assim, você demonstra características importantes como flexibilidade e comunicação – além da capacidade de trabalhar harmonicamente em equipe.

7. Apontar problemas e suas soluções

Se a vaga é para uma posição específica, como RH ou gestão de projetos, espera-se que o candidato venha com soluções específicas para problemas que talvez nem a empresa saiba que existam. Para isso, é importante estudar a empresa de modo mais aprofundado para captar nuances críticas e potenciais problemas. Assim, será possível pensar em uma solução. Vale dizer, espera-se que a solução seja mais do que paliativa.

Fazer a lição de casa mostra, mais uma vez, seu interesse pela empresa. 

8. Demonstrar clareza de pensamento

Demonstre clareza de pensamento e uma personalidade vencedora ao elaborar respostas à situações e perguntas incomuns. 

Quando se realiza perguntas “estranhas” como: “Quando foi a última vez que você fez alguém sorrir?” A resposta diz muito mais sobre os atributos do candidato do que o currículo, referências e tradicionais perguntas.

9. Seja curioso

Há uma correlação direta entre as perguntas feitas na entrevista e a impressão positiva causada no entrevistador.

O candidato que faz perguntas mostra que sabe sobre a empresa – e demonstra que realizou sua pesquisa antes de entrar pela porta. Ele prepara perguntas que preenchem os espaços em branco para os dados que não pode descobrir. Em suma, candidatos assim são curiosos – e isso é muito bom.

10. Mostre os seus projetos paralelos

Falar sobre seus projetos paralelos mostra sua criatividade e habilidades que vão além das atividades de uma dinâmica de grupo. 

Então, fale com orgulho daquele projeto incrível que você fez para uma ONG ou aquele blog sobre séries que você escreve. Fale um pouco do seu processo criativo!

11. Chegue cedo

Certifique-se de que você chegue cedo e seja o primeiro ou um dos primeiros. É provável que você tenha um tempo de contato cara a cara com o entrevistador para que você possa começar a construir o rapport – ou seja, uma ligação – antes que todo mundo apareça.

E, mesmo que você não tenha a oportunidade de falar cara a cara, é provável que o entrevistador se lembre do seu rosto mais tarde.

12. Mostre que você tem a cultura da empresa

Não há nada mais importante para uma empresa encontrar um candidato que tenha fit cultural – que é o “match” entre candidato e empresa. Afinal, a cultura de uma empresa mantém a energia e uma atitude positiva no geral.  

Você consegue captar a cultura da empresa pelo seu site institucional, LinkedIn e Instagram. Assim, antes de você se candidatar, avalie se você tem ou não fit cultural. Se não tiver, é melhor não prosseguir.

Agora, caso tenha, mostre que você está alinhado com a cultura da empresa, pois assim poderá ganhar alguns pontos nessa fase do processo seletivo.

13. Deixe sua marca

Qual é a coisa mais importante que você fará se conseguir o emprego? Diga o que você poderá agregar a empresa. 

Uma dinâmica de grupo é a chance para o candidato se destacar perante os outros, compartilhando seus talentos, habilidades e ideias.

Você precisa garantir que realizou sua pesquisa e que sabe tudo o que pode sobre a empresa e clientes para mostrar o que você é capaz de fazer para ajudar a empresa crescer e ter sucesso.

Se você quiser saber mais sobre dinâmicas de grupo, aprofunde seus conhecimento nessa jornada sobre Mitos e Verdades sobre Dinâmicas de Grupo!


Em uma dinâmica de grupo, participe da conversa, seja você mesmo e mostre que você pode trabalhar e ter sucesso como parte da empresa. Prove para eles que você é um ótimo complemento, não apenas por sua capacidade de produzir ótimos resultados, mas também por sua capacidade de construir relacionamentos e trabalhar em equipe.

Se mesmo com essas dicas a vaga não for sua, provavelmente é porque ela não combinava muito com você. E ok, vida que segue! Oportunidades melhores sempre virão.

E se quiser encontrar uma empresa que tenha tudo a ver com você, deixe que o Bettha te ajudar!