sobre home office

Em dúvidas sobre home office? Nós vamos te ajudar!

Ainda há muitas dúvidas sobre home office. É verdade que esse modelo de trabalho é ótimo: você economiza o tempo que ficaria no trânsito, pode preparar o almoço fresquinho, acordar mais tarde e nem precisa tirar o pijama. Essa ideia é maravilhosa! Certo? Hum… nem tanto.  

É claro que os benefícios são muitos, como a parte de se livrar do trânsito. Mas alguns outros pontos, como trabalhar de pijama, pode transformar o home office num grande fracasso. Para evitar que isso aconteça, vamos esclarecer alguns pontos sobre esse tema. 

SERÁ QUE É O TRABALHO DO FUTURO? 

O home office é uma tendência no mundo todo que ganha cada vez mais adeptos. Muitas iniciativas já foram implementadas e existem resultados comprovados de sua efetividade, tanto para a empresa que adota essa cultura quanto para o colaborador.

Estados Unidos da América, Alemanha e Reino Unido lideram em número de profissionais trabalhando nesse modelo. Já aqui no Brasil, a cidade de São Paulo é a que sai na frente com mais trabalhadores remotos como alternativa parcial ou integral. E, segundo o estudo, a tendência é aumentar, viu?! 

NÃO SIGNIFICA TRABALHAR SÓ DE CASA 

A tradução literal é trabalho em casa, mas isso é uma definição genérica para o trabalho que é realizado em espaço alternativo. Este local pode ser ou não na sua casa. Afinal, é muito possível – e gostoso – fazer “home office” em cafés, hotéis, parques… ou em casa.

Existem vários termos para serem usados com essa finalidade: trabalho remoto, teletrabalho, trabalho à distância, ou trabalho portátil. Dicas extras: atente-se à internet, é necessário que tenha uma boa conexão para que você não fique na mão num momento importante. Outra coisa legal a se fazer é uma listinha de cafés legais para você trabalhar. Esse up extra traz mais criatividade e motivação para o trabalho fora do escritório.  

NEM PIJAMA E NEM PANTUFA 

Você pensou que era só sair da cama e sentar na escrivaninha? Está muito enganado. O trabalho remoto exige maturidade e profissionalismo. É mais leve, descontraído, mas o assunto é sério. E esta atitude começa na hora de se vestir para trabalhar.

Quem trabalha em casa e fica de pijama, ou sem camisa, acaba refletindo este desleixo na qualidade de suas tarefas. É claro que não é necessário colocar terno e gravata, mas a postura que você dá quando trabalha irá refletir em seus e-mails, nas conversas com os clientes e na sua entrega. Trabalhe com uma roupa confortável, mas que transmita uma atitude profissional para si mesmo e para os outros. 

NÃO É PARA TODO MUNDO 

Por diversas razões, nem todo profissional pode trabalhar home office. Existem restrições de atividades que são impossíveis de fazer remotamente. Aqueles que precisam do contato físico com um paciente ou cliente, por exemplo. Ou, quando algumas ferramentas necessárias para fazer o trabalho não podem sair da empresa – por não serem portáteis, serem perigosas ou sigilosas -.

Dessa forma, também é importante ficar atento a três pontos: o ambiente de trabalho, a família e o colaborador devem possuir as características necessárias para que o trabalho fora de seu ambiente comum seja realizado da melhor maneira possível. Um profissional que acabou de ser promovido a chefe, montou seu home office na cozinha ou não tem uma família colaborativa, por exemplo, terá dificuldade para trabalhar remotamente. 

NÃO É TRABALHAR QUANDO SOBRAR UM TEMPINHO 

Tem gente que pensa que trabalhar de casa é tirar um cochilo depois do almoço, ir ao cinema do meio da tarde ou tomar uma cervejinha com os amigos num happy hour às 18h.

No entanto, para que o trabalho flua com leveza e produtividade, é necessário autocontrole e disciplina para saber a hora de começar e terminar a jornada de trabalho. E saber lidar com as tentações do Netflix e um sofá confortável a alguns passos de você. É importante organizar o espaço de trabalho para gerenciar o tempo e o andamento das tarefas, para que nada se perca nos prazos e na qualidade.  

É BOM DEMAIS! 

Apesar de ser uma maneira nova de trabalhar, de ter que ficar atento a comportamentos que não existem no escritório. Por isso, para o profissional que é mais disciplinado, trabalhar de casa é ótimo. Existem desafios, mas quem consegue administrar seu tempo e produzir com qualidade no home office acaba trabalhando melhor e aproveitando muito mais a vida.

O tempo de stress no trânsito pode ser substituído por uma atividade física, o restaurante na esquina pode ser trocado por um almoço fresquinho. Inclusive, há a possibilidade de organizar o seu tempo com autonomia. Além disso, trabalhar em home office aumenta a motivação e reduz interrupções de colegas e reuniões desnecessárias, aumentando a produtividade.  

1 responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *