Fazer estágio: quando é o momento certo para começar?

Entender o momento certo para iniciar um estágio é um dos maiores desafios dos universitários.

Muitas pessoas dizem que o momento ideal para começar a fazer estágio é no meio do curso, outras dizem que o ideal é começar logo nos primeiros semestres, mas qual é a resposta certa, afinal?

Não há uma fórmula mágica. O que temos é a realidade, oportunidade e momento de cada um, então, o nosso maior conselho é que o estudante não deixe o estágio como “última atividade” da faculdade.

A reta final de qualquer curso é bastante estressante: entrega de TCC, atividades complementares e o cansaço acumulado ao longo dos anos.

O estágio é um passo importante e fundamental para ir além da teoria e ter a vivência tão desejada. Por conta disso, é através do estágio que é possível ter a certeza se o curso escolhido é o certo para você.

Na sala de aula há uma certa romantização da profissão, mas é no dia a dia do ambiente de trabalho que é possível conhecer melhor a realidade da rotina e esse conhecimento só se dá através do estágio, o que o torna ainda mais importante.

Por onde começar

Se você acredita que chegou a hora de começar um estágio, há algumas tarefas a serem feitas que vão guiá-lo para esse novo ciclo.

Currículo

A aflição de muitos estudantes que buscam estágio é não terem experiência e muitas qualificações para colocarem no currículo.

É certo que se você está buscando um estágio provavelmente nunca tenha trabalhado na área, e as empresas estão cientes disso. Quanto a isso você não pode mudar, mas é possível realizar cursos complementares a sua graduação e experiências extracurriculares, e assim, aumentar o leque de qualificação.

Há diversos cursos gratuitos à distância em qualquer área de ensino. Faça uma lista dos conhecimentos e habilidades que você ainda não possui e precisa e busque por esses cursos na internet.

Ao concluir, atualize o seu currículo com as novas conquistas.

Não cogite em mentir sobre experiências ou conhecimentos. Lembre-se que a mentira tem perna curta.

Carta de apresentação

A carta de apresentação é a primeira coisa que o recrutador irá ler. Se ela não for bem escrita, conter erros de gramática e parecer “robotizada”, cuidado, são altas as chances de você perder a vaga.

Mais uma vez, faça busca por exemplos de cartas de apresentação e adapte para a sua realidade.

#BetthaTip: seja sucinto, objetivo, honesto e revise tudo mais de uma vez. Se você pretende buscar estágio em mercados de trabalho muito distintos, tenha uma carta de apresentação para cada mercado.

Mapeamento de perfil

O autoconhecimento é essencial, afinal, se você não sabe o que busca, como achar algo que combine com você?

Faça um mapeamento de perfil e descubra no que você é bom, no que pode melhorar e aperfeiçoe-se para sair na frente dos demais candidatos.

Conhecer suas habilidades, o tipo de ambiente que combina mais com o seu jeito e os seus propósitos de trabalho, vão te ajudar a começar com o pé direito.

Entrevista

Depois de toda essa jornada, você conseguiu a sua primeira entrevista. Além de comemorar, agora é hora de se preparar!

Mantenha a calma, estude sobre a empresa que irá te entrevistar, vista roupas adequadas ao ambiente da empresa, respira fundo e vai!

Está precisando de dicas para se sair bem em uma entrevista? A gente te ajuda! como se sair bem em uma entrevista.

E lembre-se sempre: você pode contar com o bettha para crescer profissionalmente e para conquistar o tão sonhado estágio! Vem com a gente 🙂

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *