Plano de carreira: você sabe como criar o seu?

Por muito tempo, a maioria das pessoas entravam no mercado de trabalho e seguiam de acordo com as oportunidades que surgiam. Não havia muitos objetivos traçados, constante busca por aperfeiçoamento e uma trilha para alcançar o tão almejado cargo. Geralmente as pessoas seguiam o lema “deixa acontecer naturalmente…”.

Os tempos são outros e as novas gerações têm uma postura diferente. Se antes o “incerto” era o que movia, hoje, a certeza por trilhar uma jornada que leve para o cargo desejado, na empresa desejada, com o status desejado são combustíveis para trabalhar e fazer acontecer.

O que quase todo mundo não sabe ou não faz é que para buscar um emprego é importante realizar o planejamento de carreira, afinal, é isso que vai guiar você para decisões mais assertivas.

Por que fazer um plano de carreira?

O planejamento é a trilha que fará com que você estabeleça metas hoje e as atinja amanhã. Ele dá clareza para cada passo e para cada tomada de decisão, auxilia em realizar tudo com propósito e a ter foco para se chegar aonde quer.

Muitas empresas trabalham com plano de carreira para desenvolver seus funcionários, mas em paralelo, é importante que você tenha o seu próprio plano para que se mantenha no controle da situação.

Como fazer um plano de carreira?

Passo #1: se conheça

O autoconhecimento é fundamental para buscar novos horizontes e se entender como pessoa. Geralmente, o conhecimento que o indivíduo tem por si mesmo fica na superficialidade: gostos, preferências… Mas se autoconhecer vai muito além disso e é um processo diário de análise e considerações.

Você já ouviu falar de soft skills?  As habilidades interpessoais  são características da personalidade de um profissional que demonstram como ele se comporta no ambiente de trabalho.

Para você estabelecer um plano de carreira, antes de mais nada, você precisa se conhecer, pois só assim saberá o que realmente quer na sua vida profissional, e claro, na pessoal. Portanto, elenque as competências técnicas e comportamentais necessárias para desenvolver e assim atingir seus objetivos.

Passo #2: trace objetivos

Conhecendo melhor a si mesmo, ficará mais fácil decidir quais rumos quer seguir. Agora trace objetivos de curto, médio e longo prazo.

Daqui um ano aonde você quer estar? Daqui dois anos você quer fazer uma pós-graduação?

Liste tudo o que pretende e coloque um prazo para cada item.

Passo #3: tenha estratégia

Não basta saber o que quer e para quando quer, é necessário saber como chegar até lá. O que você pode fazer para alcançar o seu objetivo? É necessário cursos? Quais? Você precisará juntar dinheiro para isso?

Sugerimos que você coloque a estratégia logo após o objetivo, para que o conteúdo fique mais organizado e fácil de consultar.

#BetthaTip: um plano de carreira é um documento vivo e dinâmico. deve ser revisto periodicamente e alterado sempre que necessário.

Ferramentas para estruturar o plano de carreira

Agora que você já sabe para que serve um plano de carreira e o que é essencial que contenha nele, vamos por a mão na massa? Separamos ferramentas bem práticas que te ajudam a criar um plano de carreira realista, conciso e organizado.

S. M. A. R. T

A palavra smart em tradução literal significa esperto. Esse é um dos métodos mais utilizados do mercado e nele, cada letra que forma a palavra tem uma tradução e orientação sobre como agir:

  • Specfic (específico): seus objetivos precisam ser específicos.
  • Mesurable (mensurável): estabeleça parâmetros que possibilitem uma análise quando for verificar se os objetivos foram atingidos ou não.
  • Attainable (atingíveis): os seus objetivos precisam ser realistas, factíveis com a sua realidade para evitar esforço desnecessário e frustração.
  • Realistic (realista): seus objetivos devem ser realistas, ou seja, possível de realização.
  • Time (tempo): defina prazos para cada mudança necessária para seu objetivo e estabeleça o tempo ideal para alcançar os resultados em sua carreira.

Análise S.W.O.T.

Está ferramenta é ideal para fazer a análise do cenário de sua vida profissional. Cada letra de SWOT corresponde a uma palavra em inglês, que traduzida, nos ajuda a entender o que precisa ser feito:

  • Strenghts (forças): quais são as suas forças (pontos fortes), vantagens competitivas em relação aos outros profissionais?
  • Weaknesses (fraquezas): quais são suas fraquezas? o seu “calcanhar de Aquiles”? A honestidade deve ser fundamental para que as coisas fluam.
  • Opportunities (oportunidades): quais são as oportunidades no cenário?
  • Threats (ameaças): quais são as ameaças externas que podem comprometer os seus objetivos de plano de carreira?

A análise pode ser produzida em gráfico para facilitar a assimilação.

Ciclo P.D.C.A.

Ferramenta de planejamento estratégico muito usada nas empresas. P.D.C.A. significa:

P – Plan, D – Do, C – Check, A – Act.

Faça um círculo que vai girar no sentido horário e divida internamente em quatro quadrantes, e preencha com a primeira letra (P) o superior direito, (D) o inferior direito, (C) o inferior esquerdo, (A) o superior esquerdo e comece o ciclo.

  • Plan (planejar): faça o seu plano de carreira.
  • Do (fazer): execute o seu planejamento.
  • Check (checar): verifique se você está seguindo o plano e principalmente se está funcionando.
  • Act (agir): revise seu plano de carreira e perceba quais são os ajustes necessários a serem feitos.

Feito o plano de carreira, chegou a hora de agir! Mãos à obra, foco, força e fé.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *