Primeiro emprego: 4 dificuldades de todo novato

São poucos os jovens que têm o privilégio de começar a trabalhar só no estágio, depois de ingressar à faculdade. A maioria dos jovens brasileiros, logo ao se formarem no ensino médio, precisam correr atrás do primeiro emprego – e é aí que começam as dificuldades no mercado de trabalho.

As principais dificuldades para conseguir o primeiro emprego são:

  • conhecer seus pontos fortes e fracos;
  • qualificação;
  • ansiedade;
  • saber mostrar suas soft skills (competências comportamentais).

Mas calma: é possível reverter esse quadro e aumentar as chances de conquistar o tão sonhado primeiro emprego.

Comece com o pé direito na conquista do primeiro emprego

A seguir, fizemos um passo a passo para te ajudar na conquista do seu primeiro emprego.

Passo 1: conheça seus pontos fortes

O autoconhecimento é a primeira ferramenta que todo ser humano precisa aprender a dominar. Quanto antes começar, melhor.

Saber quem você é, te ajuda a trilhar uma jornada profissional de acordo com a realidade e habilidades que possui. Para isso, identifique quais são os seu pontos fortes e seus pontos de atenção.

Por exemplo: se você é comunicativo, esse é um dos seus pontos fortes. E é possível fortalecer ainda mais esse ponto e até mapear oportunidades de trabalho que demandam por uma boa comunicação, como a área de vendas.

O autoconhecimento é um exercício frequente e realizado a vida inteira. Estamos sempre em constante mudança e com isso, novos desejos e conhecimentos vão se agregando ao nosso perfil.

De maneira prática, pegue um papel e caneta e pense com honestidade em quais são os seus pontos fortes. Pense também em quais são os seus pontos de atenção. Em seguida, liste como você pode aperfeiçoa-los.

Com a lista preenchida, agora é a hora de mapear áreas do mercado que você se vê trabalhando por estarem ligados aos seus pontos fortes.

Dê o primeiro passo para a sua jornada de conhecimento e prepare-se para ser melhor do que ontem todos os dias. Clique aqui e comece logo após a leitura deste artigo.

Passo 2: Se qualifique!

Você pode não ter experiência profissional, mas pode estudar e se qualificar para alguma área.

Há várias iniciativas que abrem portas de cursos presenciais e à distância, oferecendo qualificação continuada. Ao concluí-los, oportunidades de trabalho podem surgir.

Há também inúmeros cursos gratuitos pela internet que ajudam a abrir portas. Neste artigo aqui, fizemos uma seleção de excelentes cursos para os mais variados segmentos que podem ajudar a começar o primeiro emprego com o pé direito.

Cursos profissionalizantes são uma opção mais acertada para conseguir um emprego na área de estudo e o que não falta por aí são bolsas concedidas por empresas privadas.

O primeiro passo para conseguir um emprego sem qualquer experiência profissional é se qualificar. O estudo é a porta de entrada e constrói toda a jornada de um profissional que quer ser bem-sucedido.

Passo 3: Aprenda a lidar com a sua ansiedade

A ansiedade pode ser a grande ruína de qualquer pessoa, seja a que está em busca do primeiro emprego ou de quem está em busca do quinto emprego. A ansiedade pode estar presente de diferentes formas e situações, veja: a ansiedade pela busca do primeiro emprego, da entrevista, da resposta da entrevista, de começar o primeiro dia, de receber feedbacks… Viu como são inúmeras situações?

Porém, jovem jedi, cada processo seletivo e empresa, possuem o seu próprio ritmo e geralmente são diferentes do seu. Dançar conforme a música pode ser a solução. Mas o que isso significa?

Bem, na prática, significa se adaptar a realidade atual sem trocar os pés pelas mãos, e sim respeitar que há tempo para tudo, e que cada um tem o seu próprio tempo, assim como você. Tentar “atropelar” as coisas com a ideia que isso agilizará a conquista do seu primeiro emprego ou se manter nele, poderá colocar você em maus lençóis e justamente resultar no efeito contrário. Tenha calma e paciência.

Passo 4: saiba mostrar suas soft skills (competências comportamentais)

Soft skills são características da personalidade de um profissional que demonstram como ele se comporta no ambiente de trabalho. Ok, você ainda pode não ter trabalhado, mas ainda assim é possível desenvolvê-las e se preparar melhor para o primeiro emprego e os que estão por vir.

Alguns traços que os recrutadores buscam em um perfil é a sua capacidade de organização e gestão de tarefas e motivação.

É possível desenvolver suas soft skills! Temos 10 dicas para você começar hoje!

Você tem toda uma vida para descobrir e trilhar bons caminhos. Tudo tem o seu tempo e logo você conquistará o seu primeiro emprego 🙂

Se quiser uma ajudinha, conte com a gente.