Técnica STAR: a estratégia para você se sair bem em uma entrevista

Você está em uma entrevista de emprego e as coisas estão indo muito bem. Você não se atrasou para a entrevista, a conversa com o recrutador está seguindo um tom amistoso até que o recrutador pergunta: “Conte-me sobre um momento em que…”

O nervosismo surge, o estômago dá um nó e por um momento parece que o seu cérebro e a boca paralisam.

Esses tipos de perguntas durante uma entrevista realmente são difíceis de responder. Mas a boa notícia é que existe uma estratégia que você pode usar para dar respostas com uma narrativa mais atraente e mostrando suas habilidades e potenciais de forma estruturada: a técnica STAR.

O que é a técnica STAR

STAR é um acrônimo que significa: situation (situação), task (tarefa), action (ação) e results (resultado).

A técnica STAR oferece um formato simples que você pode usar para responder às perguntas comportamentais – aquelas que pedem que você dê um exemplo real de como lidou em uma determinada situação ou conflito anteriormente em uma das suas experiências profissionais.

Essas perguntas geralmente iniciam da seguinte forma:

“Conte-me sobre um momento em que …”
“O que você faz quando…”

“Você já…”
“Me dê um exemplo de…”
“Descreva um…”

“Você já…”
“Me dê um exemplo de…”
“Descreva um…”

A técnica STAR trata-se de pensar em uma história apropriada para a sua resposta, compartilhando detalhes relevantes que tornem a sua narrativa atrativa do início ao fim – sem divagar.

Usar os quatro elementos da técnica para moldar a sua história é vantajoso para você e para o entrevistador. Para você, fica muito mais fácil compartilhar uma resposta focada, fornecendo ao entrevistador uma narrativa fácil. Para o entrevistador, é mais fácil acompanhar o que é dito e determinar sua aptidão para a vaga com base na sua resposta.

Situation (situação)

O ponto de partida para iniciar a técnica STAR é encontrar uma situação marcante do seu histórico profissional que você possa falar de forma aprofundada. Pense em situações como conflitos, promoções, desafios e outras que de alguma forma foram o início de uma nova trajetória para a sua carreira.

Como não é possível saber com antecedência o que o entrevistador irá lhe perguntar, o ideal é ter algumas histórias e exemplos na manga para serem ajustados e adaptados para diferentes perguntas durante a entrevista.

Abaixo algumas ideias de situações que você pode usar para responder às perguntas:

Projetos acadêmicos

Se você possui pouca experiência, os projetos acadêmicos são excelentes para você construir sua história.

Experiências de trabalho anteriores

Mesmo um trabalho de meio período é válido para criar a sua narrativa. Lembre-se de falar positivamente sobre as suas experiências anteriores!

Projetos freelancer

Mesmo que sejam projetos não relacionados ao trabalho que você está se candidatando, os freelas podem mostrar características como iniciativa e espírito empreendedor que podem diferenciá-lo dos demais candidatos.

Task (tarefa)

Descreva as tarefas que você tinha de realizar, envolvendo nomes, prazos, objetivos, problemas e outros aspectos relevantes que são importantes para a sua narrativa.

A tarefa pode facilmente ser confundida com a parte “ação” da resposta. No entanto, esta peça é dedicada a dar as especificidades de suas responsabilidades nesse cenário específico, bem como qualquer objetivo que foi definido para você, antes de mergulhar no que você realmente fez. Você deve citar as ações que tomou para resolver o problema e que o motivou a chegar até essas ações.

O objetivo aqui é criar uma imagem clara da situação em que você se encontrava e enfatizar as suas complexidades. Desse modo, o resultado que você menciona parecerá muito mais profundo. Mantenha a narrativa concisa e concentre-se naquilo que é inegavelmente relevante para a sua história.

Action (ação)

Você está contando essa história por uma razão – porque você teve envolvimento central nela. Esta é a parte em que você faz o entrevistador entender exatamente onde você se encaixa na situação e o quais foram as suas reações e atitudes para resolver a situação apresentada. Algumas características que os empregadores julgam nos candidatos nessa etapa:

Iniciativa: como o funcionário em potencial sabe que há um problema para ser resolvido?

Abordagem: qual é a abordagem para resolver um problema? A decisão é tomada imediatamente ou se coleta opiniões e dados sobre como proceder?

Definição de metas: quando ações começam a ser tomadas, o resultado final está sendo considerado ao longo do processo?

Result (resultado)

Por fim, fale sobre os resultados obtidos através de suas ações e conclua a história com os aprendizados – quantificados, se possível.

Esta é sua chance de realmente mostrar a sua contribuição, o que é digno de detalhes. Mergulhe fundo e certifique-se de fornecer informações suficientes sobre o que exatamente você fez.

Se você trabalhou numa área como vendas, coloque seus resultados em termos do impacto financeiro: foco na receita gerada, novos negócios e valor dos clientes que você conquistou.

Concentre-se em projetos de redução de custos ou como você melhorou a performance de algo.

Se você implementou um novo relatório ou análise, concentre-se na economia de tempo que ele criou para os membros da sua equipe.

Técnica STAR na prática

“A técnica STAR fornece uma estrutura simples para ajudar um candidato a contar uma história significativa sobre uma experiência de trabalho anterior”, afirmou Al Dea, fundador da CareerSchooled e coach de carreira e liderança.

Veja alguns exemplos de respostas usando a técnica STAR.

Modelo 1

O primeiro modelo sinalizamos onde cada etapa da técnica STAR é aplicada na resposta para que fique mais fácil de assimilar:

Entrevistador: “Conte-me sobre uma época em que você teve que ser muito estratégico para atender todas as suas principais prioridades.”

Situação: “Em minha função anterior de vendas, fui encarregado da transferência para um sistema totalmente novo de CRM – além de lidar com leads e responsabilidades diárias de vendas.”

Tarefa: “O objetivo era fazer com que a migração para o novo banco de dados de CRM fosse concluída no terceiro trimestre, sem deixar que nenhum dos meus números de vendas caísse abaixo da meta”.

Ação: “Para fazer isso, eu tive que ser muito cuidadoso sobre como eu administrava todo o meu tempo. Então, eu bloqueei uma hora por dia no meu calendário para dedicar exclusivamente à migração do CRM. Durante esse período, trabalhei na transferência de dados, bem como na limpeza de contatos antigos e na atualização de informações desatualizadas. Fazer isso me deu tempo suficiente para trabalhar nesse projeto, enquanto ainda lidava com minhas tarefas cotidianas. ”

Resultado: “Como resultado, a transferência foi concluída duas semanas antes do prazo final e eu terminei o trimestre com 10% de antecedência em relação à minha meta de vendas.”

Modelo 2

Entrevistador: “Conte-me sobre alguma situação que você precisou trabalhar sob enorme pressão.”

Candidato: “No meu último emprego, um colega de trabalho precisava se ausentar por um período, e o projeto ficou inacabado e sem um gerente. Meu supervisor me instruiu a assumir o projeto. Tive dias para concluir um projeto que originalmente deveria levar várias semanas. Pedi e recebi metas semanais reduzidas, dando-me mais tempo para concluir o projeto. No que diz respeito aos meus objetivos semanais, consegui delegá-los aos colegas de equipe. Com menos tarefas, dediquei mais tempo ao projeto, o que me permitiu terminá-lo no prazo e com total precisão. Por conta disso, recebi vários outros projetos, fui promovido e o meu salário foi aumentado.”

Recapitulando a técnica STAR

Situação: Defina a cena e forneça os detalhes necessários do seu exemplo;
Tarefa: Descreva qual foi sua responsabilidade nessa situação;
Ação: Explique passo-a-passo as ações que você tomou;
Resultado: Compartilhe quais resultados suas ações geraram.


A técnica STAR deve ser simples! Portanto, concentre-se em apenas uma ou duas frases para cada tópico da sigla e vá em frente! Boa sorte 😀

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *