, ,

Trabalho flexível – o incentivo que falta para a sua empresa

Se você conhecesse o segredo para aumentar a produtividade, a longevidade e o reconhecimento da sua empresa, você não faria as alterações necessárias para alcançar esses resultados? O trabalho flexível pode ser o “ingrediente” possível de gerar todos esses resultados! Confira!

A QuickBooks realizou uma pesquisa em 2018 sobre salários e benefícios. Perguntou a 1.000 funcionários sobre sua satisfação e quais benefícios eles prefeririam de seu empregador.

Uma das perguntas foi: “qual incentivo o motivaria mais?”. Tente adivinhar a resposta.

Se você achou que foi aumento salarial, errou.

Embora o dinheiro fosse importante, 76% dos entrevistados escolheram um horário de trabalho flexível como o melhor incentivo que a empresa poderia oferecer!

O trabalho flexível está se tornando cada vez mais comum em empresas, startups e grandes corporações. Assim, é considerado um privilégio destacado em diversas pesquisas da linha “melhores empresas para se trabalhar”.

Isso porque os funcionários querem um emprego que lhes dê flexibilidade para agendar consultas médicas durante o horário de trabalho, cuidar dos filhos doentes quando necessário e muito mais.

Por que as empresas não oferecem flexibilidade? O que elas perdem com isso?

O trabalho flexível não é apenas desejado, mas também esperado por muitos candidatos a um emprego, especialmente os trabalhadores remotos.

Se muitos funcionários desejam ter trabalho flexível, por que as empresas não oferecem?

Para alguns, pode ser uma falta de compreensão – tanto do que o horário de trabalho flexível significa para os funcionários, quanto de como implementar essa política.

Horários flexíveis otimizam o dia de trabalho e melhoram a produtividade

Ter um trabalho flexível pode ser uma dádiva para muitos que buscam equilibrar a vida pessoal e profissional.

Os efeitos são perceptíveis nos primeiros dias: produtividade, foco, qualidade no sono, melhores entregas, mais energia e disposição e claro, mais tempo.

O trabalho flexível permite estar presente com a família e a otimizar o dia e sua carga de trabalho.

Faça o trabalho flexível ser o próximo incentivo da sua empresa

Por mais que o trabalho flexível permita um ritmo próprio, é importante estabelecer regras. Dessa forma, devem existir políticas que favoreçam a prática de maneira democrática e sem caos para todos.

Isto é, os funcionários devem trabalhar um número prescrito de horas por período de pagamento ou dia, e estar presentes durante um “horário base” diário.

A partir daí, é uma questão de definir metas e métricas realistas para ver se essas expectativas estão sendo atendidas.

Vantagens e desvantagens do trabalho flexível para o funcionário

Vantagens

Flexibilidade para atender as necessidades da família, obrigações pessoais e outros compromissos

O trabalho flexível permite ir a uma conferência de pais e professores durante o dia, fazer uma aula de ioga ou estar em casa quando o profissional da operadora vier para arrumar a internet.

Consumo reduzido de tempo de deslocamento dos funcionários e custos de combustível

Em algumas áreas, trajetos de mais de uma hora em cada sentido não são incomuns. Se os funcionários tiverem flexibilidade para chegar no escritório, isso economizará tempo de viagem e combustível.

Maior sensação de controle pessoal sobre o cronograma e o ambiente de trabalho

Uma das razões pelas quais as pessoas gostam de trabalhar sozinhas é a questão do controle. Ao permitir que os funcionários determinem sua própria agenda e ambiente de trabalho, você apela o espírito empreendedor que há em cada um.

Reduz o desgaste do funcionário devido a sobrecarga

Flexibilidade significa que os funcionários podem fazer uma pausa quando precisam, sem temer retaliação por parte do chefe.

Mais produtividade

Os funcionários escolhem o período que possuem mais energia e foco para trabalharem com mais disposição.

Desvantagens

Falta de sincronicidade

Alguns funcionários podem achar difícil trabalhar quando os colegas não têm o mesmo horário. É por isso que muitas empresas devem exigir dias ou horas-chave para que todos estejam no escritório.

Não há delineação clara entre trabalho e vida pessoal

Quando você usa horários flexíveis, às vezes, isso significa trabalhar o tempo todo. Se o líder permite a flexibilidade de ir ao jogo de futebol de seu filho, ele também pode não se sentir culpado por ligar para o funcionário às 21h30.

O cuidado precisa ser redobrado para que a flexibilidade não seja desculpa para pedir entregas em horários não convencionais. A flexibilidade, quem controla com algumas regras vindas da empresa, é o funcionário.

6 vantagens do trabalho flexível para a empresa

Renato Xavier, diretor de operações da Cesta Nobre, indica 6 vantagens do trabalho flexível que devem ser consideradas por qualquer empresa:

Menos faltas

A curto prazo é notável a redução de faltas e atrasos. Afinal, com um horário flexível, o funcionário consegue conciliar trabalho e vida pessoal da melhor forma.

Maior produtividade

Pessoas são produtivas em horários diferentes, é fato. Com um trabalho flexível, cada funcionário escolhe o momento mais produtivo para trabalhar. Essa vantagem não é exclusiva do colaborador, mas também da empresa.

Redução de horas extras

Horas extras e banco de horas diminuem drasticamente, pois os funcionários trabalham nas suas melhores horas. Assim, conseguem realizar mais atividades dentro do expediente.

Essa é uma vantagem bem atraente para a empresa. A flexibilidade, então, diminui os gastos com pagamentos e encargos, além de contas de água, luz etc.

Colaboradores mais satisfeitos

Essa rotina oferece uma vida mais saudável e mais equilibrada com os compromissos pessoais e profissionais. Dessa forma, os funcionários ficam mais felizes e satisfeitos com a rotina e com a própria empresa.

Quer saber mais sobre como deixar os colaboradores mais felizes? Clique aqui e descubra 9 formas de melhorar a qualidade de vida da equipe!

Retenção de talentos

O trabalho flexível torna-se um motivo com grande peso na hora de sair para um novo emprego. Geralmente, funcionários optam por permanecer na empresa devido a esse benefício.

Melhora do clima organizacional

Funcionários mais produtivos, felizes e satisfeitos, consequentemente tornam o ambiente de trabalho melhor.

A cultura torna-se mais colaborativa e potencializa o sucesso do negócio.

O que você deve fazer e não fazer quando o assunto é trabalho flexível

Disposto a dar uma chance? Aqui estão algumas primícias que devem ser feitas e alguns alertas do que não devem ser realizados na hora de implementar uma estratégia de trabalho flexível bem sucedida e benéfica, tanto para a empresa quanto para os funcionários:

Faça: comece aos poucos

Se o medo é um dos impedimentos de você oferecer trabalho flexível, vá devagar. Ofereça um dia específico, como a sexta-feira, para implementar a flexibilidade e aumente pouco a pouco o horário flexível para os demais dias.

[!] Não faça: “disciplinar” os funcionários por chegarem alguns minutos depois do “horário base”

Lembre-se, isso é sobre flexibilidade, não provando quem detém o poder. Nada vai azedar o seu novo “incentivo” do que sentimentos de medo ou raiva em torno do que deveria tornar a cultura da sua empresa mais atraente.

Faça: alinhe com a equipe

Se os horários flexíveis forem novos, não espere 100% de sucesso nas primeiras semanas.

Estabeleça métricas alinhadas com sua equipe e responsabilize as pessoas se essas métricas não forem cumpridas. Mas antes de fazer qualquer coisa drástica, fale com seu pessoal e deixe que eles descubram como melhorar os resultados abaixo da média.

[!] Não faça: excluir departamentos sem um bom motivo

Existem departamentos de qualquer negócio em que estar no escritório em um horário específico é absolutamente necessário, mas isso não significa que não haja oportunidade de flexibilidade. Por essa razão, vale estudar caso a caso.

Se realmente o trabalho flexível não é possível para algum departamento, considere uma alternativa que permita que alguns membros da equipe trabalhem em casa em determinados dias. Ou dê aos membros da equipe incentivos divertidos para que evitem sentimentos de raiva ou exclusão.

Faça: Reconheça as realizações da equipe

É mais fácil saber quando os colegas de equipe progridem quando estão a poucos metros de você, trabalhando nas mesmas horas todos os dias. No entanto, é necessário um esforço maior para descobrir as conquistas de seus colegas quando você tem horários de trabalho diferentes.

Capacitar todos a dar reconhecimento aos funcionários é uma ótima maneira de ser transparente sobre o sucesso da equipe, promover a valorização, criar objetivos e melhorar o humor de todos.

Um incentivo que pode mudar tudo

A retenção e engajamento de funcionários é impulsionada por uma variedade de fatores como pagamento justo, aumentos anuais baseados no desempenho, bônus e uma boa liderança.

Mas o equilíbrio entre vida pessoal e profissional, por sua vez, geram mais saúde mental, física e emocional aos funcionários. E não há dinheiro no mundo que pague isso.

Se a empresa começar a focar nas necessidades dos funcionários, o negócio será mais bem sucedido, inovador e com certeza mais feliz.

, , ,

Treinamento e Capacitação: uma reflexão honesta sobre sua importância

Descubra os benefícios do treinamento e a capacitação na sua empresa – assim como os riscos que envolvem a ausência da estratégia numa organização.

Na época de nossos antepassados, o estudo era negligenciado devido a necessidade de trabalhar jovem para levar sustento a família. Sendo assim, o trabalho não era associado a diplomas e certificados, mas sim a esforço e habilidade.

Hoje em dia vivemos numa outra realidade, onde a qualificação é primordial para avançar na carreira. Dessa maneira, não basta estudar uma só vez. Os estudos devem ser contínuos para acompanhar o ritmo frenético das constantes mudanças no mundo corporativo.

Apesar disso estar claro para muitas empresas, ainda existe a negligência por parte das mesmas em crer que o colaborador é o único responsável por sua qualificação – é aqui a origem de erros de gestão e alta rotatividade de pessoal.

O treinamento e capacitação de pessoas é um assunto que deve ser pauta constante para uma empresa que busca produtividade, inovação e sucesso.

Quando o treinamento e capacitação de pessoas é prioridade, todos ganham

De acordo com uma pesquisa da IBM, o aumento nos níveis de qualificação ligados ao valor do negócio, pode resultar em US $ 70.000 em economia anual e um aumento de 10% na produtividade quando as equipes são bem treinadas.

O aprendizado efetivo também pode levar a uma maior motivação e satisfação dos funcionários, à medida que os profissionais se sentem valorizados e capazes de crescer e se desenvolver em suas carreiras.

O aprendizado e a mudança estão interligados pois permitem que as organizações respondam a mudanças e se adaptem a um mercado cada vez mais competitivo.

4 verdades dolorosas quando não há treinamento e capacitação de pessoas em uma organização

1. Colaboradores não treinados é igual a colaboradores infelizes

Os funcionários que se sentem inadequados, com baixo desempenho ou sem apoio. Assim, acabam por ser improdutivos e infelizes em seus trabalhos.

Isso gera erros constantes na rotina operacional que podem gerar altos custos para a empresa.

Conheça 9 formas de melhorar a qualidade de vida dos colaboradores – e aumentar sua produtividade!

2. Colaboradores não treinados têm um baixo valor de produção

A qualidade do trabalho deixa a desejar, já que não possuem treinamento e capacitação para se desenvolverem.

3. Colaboradores não treinados são ineficientes

O tempo e esforço gastos para realizar o trabalho são muito mais altos.

Se tempo é dinheiro, reflita bem sobre capacitar o pessoal. Quanto dinheiro os seus colaboradores estão desperdiçando por não saberem ao certo como fazer suas atividades?

4. Aumento considerável em diversas despesas

É um tanto difícil rastrear ou atribuir o aumento nas despesas a colaboradores não treinados, mas esse aumento existe. Dessa forma, ignorar esse fato é o primeiro passo para o fracasso.

Clique aqui e conheça 6 indicadores de RH para otimizar a sua estratégia!

Exemplo: se um designer criou uma arte incorreta para uma impressão, isso significa que o arquivo terá de ser reimpresso, e que mais materiais terão de ser usados para corrigir o trabalho.


Treinamento e capacitação não é um custo, como muitos empreendedores podem considerar. Na verdade, é um investimento de longo prazo que trará grandes resultados ao funcionário e a empresa.

A organização tem o compromisso de oferecer meios de aprendizado aos seus colaboradores. Dessa forma, é possível fortalecer o comprometimento de toda equipe.

Como RH, lute para que todos os profissionais possam ser desenvolvidos. Seja através de treinamentos, programas ou feedbacks, busque maneiras para elevar a performance e qualidade das entregas da equipe.

Sua empresa já oferece treinamento e capacitação para os colaboradores? Quais os benefícios sentidos logo nos primeiros meses? Compartilhe nos comentários.

, ,

Timesheet – entendendo o valor real do trabalho do time

Para precificar e estimar horas de serviço, é necessário entender quantas horas são utilizadas para a realização de um trabalho. A única forma de fazer uma previsão “quase cirúrgica” é através do timesheet.

O timesheet nada mais é do que monitorar as horas de trabalho dedicadas em cada tarefa. Dessa forma, é fácil responder quanto tempo um profissional leva para desenvolver uma tarefa. A ferramenta contabiliza e relaciona as horas dos profissionais da empresa aos trabalhos propostos.

Agências de publicidade ou empresas que trabalham com prestação de serviços se utilizam do timesheet para fechar qualquer contrato. Dessa forma, não correm o risco de deixar o dinheiro “na mesa” – e não precisam recorrer às horas extras para entregar o trabalho dentro do prazo.

Os colaboradores podem “olhar torto” para o uso do timesheet, principalmente quando isso está sendo implementado. Na verdade, essa é uma ferramenta poderosa usada para ajudar no fluxo de trabalho. Além disso, permite gerenciar melhor a empresa como um todo.

O timesheet pode ser realizado por uma planilha, onde cada colaborador deve preencher, ou por ferramentas online que trazem mais precisão e possuem opções de visualização em tempo real.

Benefícios do timesheet


Um bom gestor precisa entender o valor/hora do seu profissional para gerenciar projetos internos ou externos. Um bom colaborador, por sua vez, precisa ter clareza de quanto tempo leva para realizar as atividades. Essa compreensão de ambas as partes leva aos seguintes benefícios:

  • é possível ter uma boa estimativa de horas,
  • a precificação é justa,
  • previne prejuízos – sejam financeiros ou de falta de mão de obra,
  • auxilia o gestor a tomar decisões baseadas em dados e não em achismos,
  • orienta o planejamento de atividades,
  • economiza recursos.

Olhando mais à fundo, podemos identificar as seguintes vantagens:

Reduz o desperdício de tempo medindo a produtividade

O timesheet do time pode ajudar a quantificar o tempo usado para cada atividade. Assim, permite prever possíveis problemas quando há falta de recursos que comprometem as horas trabalhadas. Dessa forma, os gestores tomam melhores decisões que podem reduzir o desperdício de tempo e ajudar a incentivar os funcionários a trabalhar de forma mais produtiva.

Elimine quaisquer dúvidas do cliente

O timesheet é a melhor maneira de garantir ao clientes que os projetos estão sendo gerenciados de forma eficaz, eficiente e produtiva. Assim, pode assegurar que seu dinheiro não está sendo desperdiçado.

Além disso, permite justificar todas as suas faturas e horas faturadas por meio de relatórios concretos e imparciais. Isso significa que os seus clientes terão menos espaço de manobra quando se trata de pagamentos. Desta forma, sua empresa poderá faturar o que merece.

O timesheet também ajuda a justificar os custos, e usando uma solução online pode ajudar você a evitar o temido tráfego de e-mails em que os clientes verificam repetidamente o progresso de um projeto. Isso torna mais fácil para os clientes verem o que está sendo trabalhado agora, quanto tempo está sendo dedicado aos projetos e quanto progresso está sendo feito a cada dia.

Acompanhe os custos do projeto

Ser capaz de acompanhar se a empresa está ganhando ou perdendo dinheiro em um projeto, é um dos benefícios mais importantes do uso do timesheet. Se você estiver oferecendo a um cliente um pagamento fixo, poderá monitorar quanto tempo está sendo gasto em um projeto (e o gasto por hora), para que você não perca dinheiro.

Aumente a eficiência com base em insights

Ter um nível tão profundo de insight sobre como a sua empresa gasta seu tempo também pode ajudá-lo a fazer grandes melhorias na maneira como a empresa executa seus projetos.

Se o RH perceber que os colaboradores caem repetidamente no mesmo estágio de um projeto, a área e os líderes de suas equipes podem investigar para ver o que está criando o roadblock. Isso pode ajudá-lo a aprimorar os fluxos de trabalho, os processos ou até mesmo a maneira como sua equipe se comunica – o que só pode ser alcançado conhecendo-se exatamente como a sua empresa está funcionando a cada hora do dia.

Economize dinheiro aperfeiçoando o RH

Compreender melhor o seu negócio pode ajudá-lo a fazer economias substanciais e necessárias que podem tornar o seu negócio mais lucrativo.

O timesheet permite identificar quais de seus funcionários são mais produtivos e eficazes. Isso significa que você pode ver com rapidez e clareza quais funcionários você deve recompensar e identificar quais funcionários estão custando dinheiro à sua empresa por meio de baixo desempenho e perda de tempo.

Estar mais bem informado também significa que você pode tomar decisões melhores em relação a recursos e equipes, e pode evitar erros de contratação dispendiosos (como atrair mais funcionários quando o volume de trabalho não é assim tão grande).

Time mais produtivo e engajado

Timesheets também podem funcionar como uma ótima maneira de aumentar a produtividade de seus funcionários, oferecendo-lhes uma maneira imparcial de rastrear seu próprio desempenho e produção.

Como conseguir que os funcionários preencham o timesheet no prazo?

Os benefícios de usar o timesheet em sua empresa são bem claros. Eles são uma maneira barata e fácil de tornar sua empresa melhor, seus clientes mais felizes e seus funcionários mais produtivos.

Mas como você os implementa rapidamente e sem causar grandes alvoroços com os colaboradores?

Comece do topo

Para começar, crie uma abordagem de cima para baixo. Determine, então, que todos os seus colaboradores de nível superior (inclusive você) comecem a usar o timesheet para ter um maior controle das horas trabalhadas.

Começar com seus funcionários de primeiro escalão e depois transferir a prática para o restante das equipes fará com que seus funcionários fiquem menos propensos a achar que o timesheet está sendo implementado para vigiá-lo. Assim, poderão aceitá-lo como uma decisão estratégica de negócios.

Incentive seus colaboradores

Para facilitar ainda mais a transição para o uso do timesheet, incentive a concorrência saudável entre funcionários e equipes. Conceda prêmios mensais à equipe ou funcionário mais produtivo e eficiente.

Quer deixar seus funcionários felizes e realizados no ambiente de trabalho? Então confira essas 9 dicas para transformar sua empresa!

Dessa maneira, você tornará o processo de monitoramento em uma atividade que seus funcionários desejam fazer.

Se você não quiser dar a seus funcionários prêmios de valor, recompense-os com aumento da hora do almoço ou um dia extra de férias. Esses incentivos ajudarão seus funcionários a adotar o timesheet mais facilmente.

Seja transparente

Crie uma cultura de transparência em seu local de trabalho, onde todos os timesheets (inclusive os seus e dos líderes) são compartilhados. Dessa forma, todos podem ver no que todos estão trabalhando, e os funcionários serão incentivados a aumentar sua produtividade.

Embora o timesheet tenha muitos benefícios, você só tirará o máximo proveito dele se o implementar efetivamente. Se seus funcionários detestarem preenchê-los e suspeitarem de seus motivos, a prática não valerá a pena.

Automatize o processo

Preencher regularmente e na hora certa é um dos maiores gargalos na metodologia. Para evitar, considere o uso de um poderoso software de timesheet que rastreia automaticamente o tempo gasto em projetos.

Soluções como o Toggl podem tornar o uso do timesheet muito mais fácil, pois o processo é automatizado e evita imprecisões.

Isso significa que seus funcionários não precisam se lembrar repetidamente de preencher exatamente o que estão fazendo a cada hora do dia. Dessa forma, podem se concentrar em seu trabalho.

Gerenciando o timesheet

Você precisa decidir que tipo de timesheet solicitará à sua equipe: diariamente, semanal, quinzenal ou mensal.

Esses são os períodos de tempo mais comuns que um timesheet pode cobrir. A frequência de pagamento da equipe ajudará você decidir a periodicidade de timesheet que funciona melhor para a equipe de contas processar.

Dados importantes para incluir em um timesheet

  • o nome do profissional,
  • as datas que o quadro de horários deve cobrir,
  • o nome do responsável para aprovar o timesheet (isso é opcional, mas pode ajudar no processamento).
  • dias da semana.
  • hora de início
  • hora final
  • quantidade de tempo de pausa (por exemplo: almoço, pausa para o café etc),
  • quantidade de tempo de viagem à trabalho (se a viagem for incluída no pagamento).
  • hora extra.

Você está pronto para implementar timesheet na sua organização?

Se esse é o momento, lembre-se de ser claro e transparente com seus funcionários. Dessa forma, tornará o timesheet em algo de valor, que os auxilia a ter um melhor desempenho. Só assim você verá todos os benefícios que o timesheet pode trazer para a sua empresa.