Gestão de Recursos Humanos: tendências para 2019 que você precisa saber

Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos: tendências para 2019 que você precisa saber

Saiba como as empresas de RH podem utilizar a tecnologia a favor de recrutamentos e gestão de equipe mais eficientes.

A tecnologia tem sido uma grande aliada das equipes de Gestão de Recursos Humanos. Além de otimizar projetos de recrutamento, ela auxilia a produtividade, eliminando burocracias e modelos de gestão antigos e ineficientes.

Estruturas corporativa engessadas, rotinas rígidas, pressões baseadas em demissões e ritmos de trabalho que não permitem espaço para o bem-estar dos colaboradores são práticas ultrapassadas e mal vista pelos jovens talentos. Se você ainda não se atualizou, essa é a hora de quebrar padrões e compreender que esse é um caminho sem volta. A equipe Bettha encontrou as tendências do mercado de RH mais importantes para você se manter atualizado em 2019, confira:

Como otimizar minha equipe de Recursos Humanos em 2019?

Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos: tendências para 2019 que você precisa saber

A união da Tecnologia e dos Recursos Humanos promove liberdade para gestores adquirirem novos conhecimentos.

As novas equipes de RH são criativas, inovadoras e tecnologicamente inteligentes. São multifuncionais, repensam modelos de liderança e gerenciamento e estão sempre encontrando novas formas de se reinventar.

De fato, “65% dos empregadores americanos acreditam que a tecnologia de RH liberará os funcionários para se concentrarem em tarefas voltadas para novos conhecimentos”, relata a especialista em novos talentos, Sara Pollock, Diretora da  ClearCompany Talent Management Software.

Como modernizar minha equipe de RH?

Gestão de Recursos Humanos: tendências para 2019 que você precisa saber

Jovens talentos buscam crescer profissionalmente em empresas modernas e atualizadas que incentivam o bem-estar e a tecnologia.

De acordo a Revista Forbes e o Recruiting Daily, há duas áreas de tecnologia que vão predominar em 2019 e são essenciais para quem busca se manter atualizado e construindo bons resultados, consolidando o papel do RH como parceiro estratégico.

Confira as tendências de 2019 para o mercado de Gestão de Pessoas em Recursos Humanos

Gestão de Recursos Humanos: tendências para 2019 que você precisa saber

O mercado de RH aposta na Realidade Virtual, em 2019, como estratégia para bons resultado nos treinamentos de equipes.

Realidade virtual nos Recursos Humanos

As simulações de realidade virtual estão começando a brotar em todos os cantos do mundo – incluindo o RH. Esse conceito não é novo, pense nos simuladores de voo. Pois é, é muito caro e arriscado colocar pilotos para praticar em naves reais, não é mesmo? O mesmo raciocínio vale para sua empresa. Quanto custa para o seu negócio um funcionário mal treinado?

De acordo com um estudo de 2018, do Linkedin, o maior desafio para o desenvolvimento de talentos é fazer com que os funcionários tenham tempo para aprender, com qualidade, a nova função, enquanto já  executam tarefas dentro da empresa.

Pensando nisso, as empresas de RH vão investir cada vez mais nessa tecnologia, tanto para processos de recrutamento, simulando e testando o comportamento do candidato em diversas situações cotidianas e de risco, como também no treinamento efetivo após a contratação. Para essa segunda proposta, essa prática vem sendo reconhecida como Gamefication, que une softwares a games, criando formatos de jogos, com incentivos e premiações para estimular a equipe, ao mesmo tempo em que ela é treinada para ser cada vez mais competente dentro daquela função.

Inteligência Virtual para Gestão de Pessoas e Recrutamento
Gestão de Recursos Humanos: tendências para 2019 que você precisa saber

A inteligência virtual é uma das grandes apostas para o mercado de RH em 2019

A inteligência Virtual também não é uma novidade tecnológica, porém sua inserção no campo dos Recursos Humanos está cada vez mais presente e moderna.

Essa prática promete eliminar algumas necessidades das funções do RH das empresas, como lidar com telefonemas, e-mails e questões cotidianas em geral. A proposta dela é, assim como a Realidade Virtual, otimizar o tempo dos gestores para que invistam em novos planejamentos, bem-estar da equipe e abertura de novos negócios. Pensando no custo-benefício, quanto vale para a sua empresa o tempo livre para se atualizar e trazer novas soluções?

Como isso funciona? Quantas vezes conversamos com robôs através de chatbots em sites de empresas para esclarecermos nossas dúvidas? Essa é a ideia da IA (Inteligência Artificial). Prever perguntas e comportamentos e suprir as necessidades de aconselhamento da sua equipe de forma rápida automatizada.

Essa tecnologia também tem muito a oferecer quando se fala sobre recrutamento de novos talentos. É possível formular sistemas inteligentes capazes de aplicar e adaptar as avaliações para obter o melhor dos candidatos e tomar decisões inteligentes (sem preconceitos), com base em uma série de fatores, habilidades e competências à personalidade e pelas preferências de trabalho.

Como a Inteligência Virtual e People Analytics  podem te ajudar a aproveitar melhor os dados da sua equipe de RH?

 A análise de dados é uma prática cotidiana em muitas empresas, porém, será que você realmente está extraindo o melhor dos seus dados? 2019 trará mais compreensão e um nível de domínio de dados que anteriormente não existia na indústria de RH.

Outra proposta será utilizar os dados coletados sobre os funcionários, como desempenho, resultados, expectativas de crescimento, habilidades e etc… e automatizar planos de carreira e gestão de talentos, de forma simplificada e eficiente. Tudo ao alcance de um botão!

E você gostaria de prever danos na sua empresa e economizar, evitando gastos desnecessários? A Inteligência Artificial também pode te ajudar nisso. Os gestores poderão aprofundar as informações dos funcionários para entender melhor aspectos importantes do ciclo de vida dos seus colaboradores, como estatísticas e razões de rotatividade, desempenho e a eficácia geral das estratégias de liderança. Essa percepção também vai ajudar a identificar mais rápido questões de desigualdade e falta de inclusão nas equipes, temas que vem sendo cada vez mais necessários e importantes para uma equipe diversificada e que se completa, justamente pelo seu poder de pensar e agir diferente uns dos outros.

Nós apostamos na tecnologia como meio de crescimento e, através da plataforma Bettha, criamos oportunidades de autodescoberta e desenvolvimento pessoal para milhares de jovens talentos, utilizando o Gamefication como base. Clique aqui e descubra como podemos trazer os talentos que você estava procurando para a sua empresa!

profissionais com perfil empreendedor

Como profissionais com o perfil empreendedor pode ajudar a empresa a crescer?

Os profissionais com perfil empreendedor se tornaram algo muito comum. Mais comum do que se imagina, já que o número de empreendedores aumenta a cada dia. Porém, a questão não está mais tão ligada a quantidade de profissionais com esse perfil. Mas de como essas pessoas podem efetivamente ajudar no crescimento de uma empresa (que não seja a deles). 

Por quê eles são importantes?

Os empreendedores se destacam por várias características. “Esse profissional consegue tomar rápidas decisões. Assim, tem um senso de dono do negócio, encarando as metas e objetivos da empresa como suas. A parte de inovação também é um ponto forte, com o foco em melhoria constante.

E essa pessoa é extremamente preocupada com o resultado e aquilo que precisa ser feito, independentemente se é da sua área ou função”, diz Renata Maglioca, especialista em Recursos Humanos. Essas características estão bastante ligadas ao fato de que quem tem esse perfil, são pessoas que não tem medo de colocar a mão na massa, além de estarem sempre focadas em resolver os problemas da forma mais rápida e eficiente.  

Porém, existe um ponto negativo para algumas pessoas quando o assunto é a contratação de um profissional dom esse perfil: o receio dele abandonar o barco. 

Mas, mesmo que isso possa ser um ponto considerável, o número de pontos positivos é muito maior. Perceba, estamos falando de um profissional com autonomia, auto gerenciável, responsável e persistente. Mas se engana quem acha que o empreendedor sai tomando decisões por aí, que são impulsíveis pelo fato de serem ágeis. Empreendedores tem por natureza alta capacidade em planejar e monitorar. Assim, o que faz com que a empresa possa crescer de forma ordenada e escalável. 

O profissional com o perfil empreendedor ainda é uma pessoa que não espera que as oportunidades apareçam, esse perfil cria as oportunidades. Tornando-se, assim, um verdadeiro facilitador dentro da empresa.

selecionar os melhores estagiários e trainees, confira dicas
,

05 dicas para selecionar os melhores Estagiários e Trainees

A maneira de recrutar talentos e selecionar os melhores estagiários e trainees passou por uma revolução nas últimas décadas. Dessa forma, as competências comportamentais ganharam peso e a contratação por valores se intensificou.

Agora, é importante saber mais do que características e habilidades. Assim, o estilo de trabalho, interesses profissionais e momento de carreira dos candidatos também contam – e muito! Por isso, para facilitar a missão do recrutador, preparamos algumas dicas de ouro para selecionar o profissional ideal com rapidez e assertividade.

    1. Saiba o que você procura

      É fundamental que o recrutador saiba o que procura. E, claro, também saiba o que esperar do estagiário ou trainee. Afinal, o contratado não terá a desenvoltura de alguém que está já está um há um tempo no mercado. Um estagiário ou trainee é um talento a ser lapidado, onde o seu superior terá de investir conhecimentos e tempo para ensiná-lo. Alinhar a expectativa é fundamental para que você consiga encontrar a pessoa com as habilidades necessárias para a vaga.

    2. Interesse mútuo

      Na entrevista, comece quebrando o gelo. O momento da entrevista é tenso, muitos candidatos ficam nervosos e podem não ter um bom desempenho por conta disso. Inicie a conversa com assuntos cotidianos, pergunte se ele chegou fácil a empresa, ofereça uma água. Isso pode parecer um detalhe, mas auxiliará muito o candidato a se acalmar e poder dar o melhor de si na entrevista. Não é necessário fazer o antipático, afinal, os dois lados estão interessados em dar seu melhor desemprenho, certo?!

    3. Clareza nas perguntas

      É importante que o recrutador saiba as competências principais da empresa para que as melhores perguntas sejam feitas, e, assim, selecionar os melhores estagiários e trainees. É fundamental saber se as aptidões desse candidato se encaixam com as necessidades e cultura da empresa. Nesse momento da entrevista, opte por perguntas situacionais – e não as hipotéticas. Já que ações passadas preveem as ações futuras. Aqui, você verá na prática as atitudes relacionadas aos comportamentos daquele candidato.

    1. Deixe um tempo para perguntas

      Em muitas situações os candidatos também têm dúvidas. Pode ser quanto ao tempo de trabalho, quando o resultado será divulgado, ou, também, se há a possibilidade de um intercâmbio pela empresa. Sendo assim, é legal deixar um tempo ao final da entrevista para perguntas dos candidatos.

  1. Onde encontrar

    Hoje em dia há muita divulgação de vagas online. São grupos no facebook e sites especializados. Porém, somente num lugar é possível encontrar conteúdo além de vagas. No Bettha há mapeamentos de perfil que facilitam o match de uma empresa com o candidato ideal. Os chamados assessments, mapeiam as características, habilidades, estilo de trabalho, interesses profissionais e momento de carreira de seus usuários. Tornando muito mais fácil e rápido para as empresas encontrarem os melhores estagiários e trainees. . 

    Para entrar em contato com os consultores do bettha e entender ainda mais sobre a plataforma, acesse

    .

Competências necessárias para o futuro do mercado de trabalho, confira quais são
, ,

Competências necessárias para o futuro do mercado de trabalho

Até 2020, deve mudar 35% das habilidades mais demandadas para a maioria das ocupações. É o que mostra um estudo do Fórum Econômico Mundial de 2016. Conheça as Competências necessárias para o futuro do mercado de trabalho.  

Desenvolvimento tecnológico

Inteligência artificial, robótica avançada, aprendizagem automática e automação no transporte são os fatores principais que terão impacto direto no mundo do trabalho: seja no desaparecimento ou surgimento de algumas profissões.  

Muitos desses ofícios estão relacionadas a ações que as máquinas ainda são impossíveis de tomar. Assim, o foco do relatório está nas atividades que ainda nos fazem superar os robôs. Ufa! Os setores de consumo, saúde e energia, mídia e entretenimento têm sido mais afetados desde já pelas novas exigências de suas atividades, diz o relatório. Já as áreas de infraestrutura mobilidade e finanças deverão ter transformações mais profundas nos próximos anos.  

Está tudo mudando, isso é fato! Por isso, flexibilidade e adaptabilidade viram pontos importantes nesse novo contexto profissional. Dessa forma, separamos 5 habilidades que todo profissional vai precisar desenvolver para ter sucesso no trabalho na próxima década.  

  1. Inteligência Emocional

    Esse tópico não está nem no currículo acadêmico, mas a gestão das emoções é algo importante para a vida profissional. Essa é uma habilidade que pode auxiliar a passar por uma crise com mais tranquilidade. A importância dada à inteligência emocional é mais recente no imaginário corporativo.  

  2. Resolução de problemas complexos

    Muitas das atividades independente da área de atuação irão exigir habilidade para resolver problemas complexos. Afinal, com toda essa mudança no mercado de trabalho, aparecerão problemas novos para serem superados. 

  3. Criatividade e Pensamento Crítico

    Os robôs perdem para nós em criatividade! Eles ainda não conseguem ter ideias surpreendentes ou desenvolver uma nova alternativa para um problema. Além da criatividade, os robôs também não conseguem ter um pensamento estruturado, uma comunicação clara, a habilidade de fazer as perguntas certas ou olhar para uma questão sob diferentes perspectivas: isso é o pensamento crítico.  

  4. Gestão de pessoas

    Conseguir motivar, desenvolver pessoas e identificar talentos são as grandes funções de um gestor! Nos setores de energia e de mídia, esta habilidade é vista como uma habilidade chave até 2020. 

  5. Tomada de Decisão

    Profissionais com habilidade em analisar dados e tomar decisões a partir disso já se destacam no mercado e tendem a ser ainda mais disputados. Afinal, um bom líder será sempre bom na tomada de decisões em ambientes de alta complexidade, contexto mais frequente na rotina corporativa.  

Passos para uma boa entrevista de emprego, confira as dicas
,

Cinco passos para uma boa entrevista de emprego

Recrutar um candidato não é nada fácil. Mas, fique tranquilo: separamos cinco passos para uma boa entrevista de emprego.

Pontos iniciais importantes para você mandar bem na seleção da sua empresa
 

  1. Parece óbvio (e é!), ter tudo bem definido: saber a posição, o cargo, as principais atividades que o novo funcionário irá exercer é fundamental. Pense nas características e comportamentos que o candidato deverá ter.
     
  2. Leia o currículo com atenção, anote pontos que você gostará de saber com mais detalhes. Depois, comece com perguntas de quebra-gelo e aproximação procurando algo em comum com o candidato.
     
  3. Em seguida, pode seguir para uma parte mais técnica e comportamental. Aqui temos um post com dicas de perguntas clique aqui para visualizá-lo. Deixe o candidato falar e se a pergunta não reder, faça outras até que você fique satisfeita.  Não se esqueça de anotar o que achar importante para não esquecer os fatos ou características que lhe chamarem a atenção.
     
  4. É importante entrar na entrevista sem preconceitos. Ouça os candidatos, veja a coerência do discurso e se é a pessoa tem a ver com o que a empresa busca.  Lembre-se: a entrevista não é para analisar o que você buscaria num amigo, num sócio, num relacionamento. Perfis distintos dentro de um grupo trazem soluções mais ricas, pois conseguem ver o mundo de formas diferentes.
     
  5. E, por último, dê um retorno ao candidato. Não há uma regra clara para dar a resposta pois depende do processo, da vaga, da empresa, do tempo que você possa se dedicar à seleção. Mas deixe claro para o candidato que você dará um retorno e dê esse retorno no período combinado.  
perguntas para a entrevista-guia
,

Perguntas para a Entrevista – saiba o que perguntar para os candidatos

Para ter sucesso na contratação, é fundamental que o recrutador tenha em mãos um bom roteiro de perguntas para a entrevista. Dessa forma, com as perguntas certas, você tem as melhores condições de analisar as características e habilidades pessoais de cada profissional. Assim, avaliando diferentes perfis profissionais, é muito mais fácil definir qual candidato é o mais adequado para a vaga que está disponível.

Portanto, para que todo o processo de entrevista seja bem-sucedido, é importante primeiro saber as necessidades daquela vaga e da empresa. Segundo, é relevante entender a necessidade de alguma habilidade específica para desenvolver certas funções.

Por isso, a melhor maneira de realizar a entrevista é colocar em pauta as competências do candidato. Assim, é possível entender o conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes que os candidatos têm e ver se ele é compatível com as necessidades da vaga disponível.

Pensando nisso, vamos te dar algumas ideias sobre perguntas voltadas para as competências, assim como experiências.

Perguntas voltadas para Orientação para Resultados

  1. Primeiro, conte sobre alguma atividade que você participou onde existia uma forte pressão por prazos. Qual era a situação? O que você fez para chegar no resultado?
  2. Conte sobre a situação de maior cobrança por resultados que você viveu. Qual era a situação? O que você fez? Qual foi o resultado?

Perguntas voltadas para Iniciativa e Proatividade

  1. Conte uma situação onde você se antecipou à algum problema. Qual era o possível problema? O que você fez? Qual foi o resultado?
  2. Assim, conte sobre uma situação crítica que você precisou encontrar alternativas para solucioná-la. Qual era a situação? Quais foram suas ideias? Qual o resultado?

Pergunta voltada para Liderança

  1. Primeiro, conte sobre uma situação onde você liderou um grupo de pessoas. Então, quem eram essas pessoas? Qual era o objetivo do grupo? Como você exerceu este papel? O que fez? Como você se tornou líder?

Perguntas voltadas para Autodesenvolvimento

  1. Então, que você tem feito para o seu autodesenvolvimento?
  2. Assim, conte um aprendizado a partir de um erro. Qual era a situação? Qual foi o erro? Qual foi o aprendizado?

Perguntas voltadas para Comunicação

  1. Conte sobre uma situação onde você precisou ouvir e entender o ponto de vista de outra pessoa. Qual era a situação?
  2. Conte uma situação onde você precisou adequar sua forma de falar para se fazer entender. Qual era a situação? Quem era o público? Qual foi o resultado?

Pergunta voltada para Trabalho em Equipe

  1. Conte o trabalho em grupo mais importante que você desempenhou. Quantas pessoas estavam envolvidas neste trabalho? Qual foi o seu papel?