5 Diretrizes para Implantar o Home Office na sua empresa

O home office, modalidade de trabalho à distância, já é uma realidade no Brasil. Cada vez mais, os profissionais buscam por empresas que ofereçam esse modelo para garantir maior qualidade de vida e equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.

Como tudo na vida, o home office possui pontos positivos e negativos. Sendo assim, é necessário ponderar as vantagens e desvantagens do modelo, tanto para a empresa quanto para o colaborador.

Parece um conto de fadas…

Com a inclusão do modelo de trabalho do home office, há um aumento considerável na produtividade dos colaboradores, que conseguem despender mais foco em suas atividades.

Na visão deles, o home office é visto como uma espécie de recompensa da empresa, que confia em seu comprometimento e entrega. Dessa forma, gera-se maior engajamento e aumento da preocupação em entregar um trabalho de qualidade.

As outras vantagens é que o profissional consegue buscar maior equilíbrio entre a vida profissional e a pessoal, reduzindo níveis de estresse, economizando o tempo deslocamento até o escritório, permitindo maior conforto e melhorando a qualidade da alimentação do indivíduo.

Para a empresa, os benefícios são palpáveis: além do maior desempenho dos profissionais, há uma redução significativa nos custos de manutenção do funcionário, como transporte, vale-refeição e infraestrutura, como imóvel, telefonia, água, luz e outros.

… mas nem tudo são flores…

O outro lado da moeda é a falta de interação com os colegas de trabalho. A distância pode prejudicar trocas e aprendizados entre a equipe, além de facilitar possíveis falhas na comunicação. Assim, é importante que haja um líder que estimule a conversa à distância e que proponha encontros periódicos com a equipe para o alinhamento e interação.

Com todas suas vantagens e desvantagens, o home office tende a crescer cada vez mais no país.

Para implantar esse modelo de trabalho na sua empresa e seguir essa tendência do mercado de trabalho, é importante seguir algumas diretrizes para ampliar suas vantagens e reduzir as desvantagens.

Confira 5 diretrizes para implantar o home office na sua empresa!


Planeje uma estratégia de trabalho

Antes de implementar o home office, é importante criar uma estratégia de trabalho. Determine quais departamentos e indivíduos terão acesso à modalidade (há cargos que não são viáveis o trabalho à distância).

Elabore indicadores de monitoramento para acompanhar a produtividade individual dos colaboradores e do departamento, certificando-se de que a nova estratégia esteja clara para todos os envolvidos.

Dê um trial

Antes de estabelecer o home office em grande escala, crie um programa de teste usando um departamento ou um grupo focal de colaboradores em diferentes departamentos.

Execute o teste por tempo suficiente (um mês ou mais) para coletar dados e identificar e buscar soluções para possíveis problemas que surgirem. Analise a produtividade e índice de satisfação dos colaboradores, e, ao final do estudo, avalie os resultados de forma a ajustar a estratégia de trabalho antes da implementação definitiva.

Faça da comunicação uma prioridade

Sem uma estratégia de comunicação específica para o home office, as chances de surgimento de problemas no decorrer do trabalho aumentam exponencialmente.

Encontre maneiras de garantir a boa comunicação e colaboração entre as equipes, mesmo que todos estejam trabalhando em horários diferentes. Use ferramentas de comunicação (como por exemplo o Slack) para manter os colaboradores conectados e garantir uma comunicação contínua.

Saiba lidar com quem não se adaptar

O trabalho em equipe, a flexibilidade de horários e a possibilidade de trabalhar em casa demandam características específicas que nem todos possuem. Dessa forma, saiba que nem todos os profissionais da sua equipe se adaptarão à essa rotina.

Saiba identificar e monitorar os profissionais que não estejam prontos para esse tipo de trabalho. Nesses casos, busque maneiras alternativas de garantir a flexibilidade para esses indivíduos, sem prejudicar a produtividade e o fluxo de trabalho.

Saiba gerenciar os profissionais que fazem home office

Gerenciar uma equipe que faz home office é uma tarefa complexa. Além dos fatores de comunicação já citados, o acompanhamento dos profissionais à distância envolve maior controle sobre suas atividades.

Esteja sempre presente (virtualmente, no caso) e disponível via telefone, e-mail e mensagens instantâneas para liderar e orientar sua equipe. Assegure-se de acompanhar o desenvolvimento das tarefas para
garantir um bom desempenho do time!

O home office já é uma realidade na sua empresa? Quais são os desafios e as soluções encontradas para a fluidez do trabalho? Compartilhe suas experiências nos comentários!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *