,

5 dicas eficientes para melhorar a gestão de pessoas em uma startup

Startups trouxeram não só um novo modelo de negócio como também um novo modelo de recrutamento e retenção. Entretanto, o novo sempre traz desafios que às vezes parecem difíceis de serem superados.

Geralmente o ritmo de trabalho em startups é dinâmico e pode-se dizer, frenético. A limitação de recursos, estrutura e pouca verba acarretam desafios para os recrutadores e líderes de áreas quando o assunto é gestão de pessoas.

Com essa conjuntura, ter jogo de cintura para saber dançar conforme a música é de extrema importância para sobreviver no dia a dia, mas isso não é o suficiente.

Manter profissionais engajados com o propósito do negócio e motivados para enfrentar as próprias limitações e superá-las necessita de estratégia e liderança – coisas que às vezes são deixadas de lado pelos mesmos motivos listados acima.

Melhorando a gestão de pessoas

Selecionamos as principais dicas para que você repense e melhore a gestão de pessoas da sua startup de maneira crescente:

1 – Comunicação acima de tudo

Em uma startup a comunicação às vezes pode ser “atrapalhada”, apesar das frequentes reuniões para manter todos na mesma página.

Toda startup trabalha na velocidade da luz para se estabelecer e se tornar um negócio bem sucedido. E o sucesso, neste caso, está atrelado a comunicação.

É impossível que, a longo prazo, uma empresa consiga ser bem sucedida sem comunicação. Pense no seguinte cenário: cada time trabalhando de um jeito sem comunicar o que tem em mente, sendo que todas as áreas de uma empresa se relacionam e trabalham para o mesmo fim. Desastroso, não?

Preze pela transparência e comunicação entre áreas para que todos saibam como cada time está trabalhando para alcançarem o mesmo objetivo.

2 – Melhore o ambiente de trabalho

Trabalhar em uma startup é estar sob pressão quase sempre. Por isso, é importante que o ambiente seja acolhedor, tenha o mínimo de conforto e estrutura possível e ofereça, se possível, pequenos mimos.

Cervejas após o expediente, comemoração dos aniversariantes do mês, flexibilidade de horários. Esses são alguns dos benefícios que a empresa consegue oferecer sem prejudicar as finanças.

São pequenos gestos que talvez não custem tanto, mas que tem um grande significado aos colaboradores.

Quando um colaborador se sente valorizado e reconhecido por seu trabalho e esforço, certamente ele trabalhará ainda mais motivado e prezando por entregas melhores.

3 – Pode não parecer, mas hierarquias existem e elas devem ser estabelecidas

A ideia é que cada um seja o “dono” do seu trabalho, execute e depois comunique o que foi feito. Nisso tudo, pode parecer que não exista hierarquias, mas existem.

Assim como existe uma linha tênue entre o sentimento de “dono” e de ser propriamente o dono – seja do negócio ou da área.

Devido a alta demanda de trabalho e falta de profissionais, é comum que os profissionais façam uma ou mais funções – e o gestor não foge dessa “regra”. Justamente por essa correria, às vezes a falta de acompanhamento é deixada de lado e só quando uma “bomba” explode é que o gestor lembra de checar o que está sendo feito.

Isso acarreta em inúmeros problemas que vão desde o financeiro até mesmo a uma demissão.

É preciso “incutir” que apesar da cultura ser flexível e moderna, precisa existir donos de atividades e de áreas. Isso faz com que o trabalho seja bem feito e entregue sem grandes danos.

4 – Acredite no poder do feedback

Feedbacks são uma poderosa ferramenta para a melhoria contínua, mas podem ser deixadas de lado devido ao ritmo de trabalho.

Incluir os feedbacks como ferramenta de trabalho é essencial. Uma boa ideia é estabelecer um dia do mês para encontros e trocas de feedbacks. Isso trará mudanças significativas à todos.

Feedbacks podem potencializar talentos, melhorar o ambiente, direcionar o trabalho e ajudar no desenvolvimento profissional e pessoal.

Crie uma cultura de feedbacks e melhore drasticamente a gestão de pessoas.

5 – Comemore, sempre!

Cada conquista deve ser celebrada. Só quem trabalha em startup sabe das dificuldades e desafios para se chegar a um objetivo, e quando se chega, isso deve ser comemorado.

É uma excelente oportunidade de unir ainda mais os colaboradores, relaxar e aproveitar o ganho.

O maior ativo de qualquer empresa são as pessoas. Incentivar líderes, founders e CEO a melhorarem continuamente a gestão de pessoas ajudará a andar pelo caminho das pedras com mais harmonia e com menos dificuldades.