,

Metodologia ágil para gestão: muito além da área de Tecnologia

Pessoa (utilizando a metodologia ágil) apontando para post-it em quadro branco

Na era da transformação digital, usar a metodologia ágil para gestão é uma opção perfeita para as organizações que buscam transformar a operação como um todo. Mas afinal, o que é a metodologia ágil?

A metodologia ágil auxilia no gerenciamento de projetos. Assim sendo, utiliza ciclos curtos para focar na melhoria contínua no desenvolvimento de um produto ou serviço.

Embora os métodos de desenvolvimento de software remontem a 1957, a metodologia ágil foi discutida com mais profundidade na década de 70 por William Royce, através do artigo sobre desenvolvimento de grandes sistemas de software. 

Mais tarde, em 2001, surge o Manifesto Ágil. O documento, portanto, representou uma “proclamação formal de quatro valores-chave e 12 princípios para guiar uma abordagem iterativa e centrada em pessoas para o desenvolvimento de software”.

12 princípios da metodologia ágil 

Existem 12 princípios-chave que ainda orientam o gerenciamento de projetos ágeis atualmente:

  1. Satisfazer o cliente, através da entrega adiantada e contínua de software de valor.
  2. Aceitar mudanças de requisitos, mesmo no fim do desenvolvimento. Processos ágeis se adequam a mudanças, para que o cliente possa tirar vantagens competitivas.
  3. Entregar software funcionando com frequência, na escala de semanas até meses, com preferência aos períodos mais curtos.
  4. Pessoas relacionadas à negócios e desenvolvedores devem trabalhar em conjunto e diariamente, durante todo o curso do projeto.
  5. Construir projetos ao redor de indivíduos motivados. Dando a eles o ambiente e suporte necessário, e confiar que farão seu trabalho.
  6. O Método mais eficiente e eficaz de transmitir informações para, e por dentro de um time de desenvolvimento, é através de uma conversa cara a cara.
  7. Software funcional é a medida primária de progresso.
  8. Processos ágeis promovem um ambiente sustentável. Os patrocinadores, desenvolvedores e usuários, devem ser capazes de manter indefinidamente, passos constantes.
  9. Contínua atenção à excelência técnica e bom design, aumenta a agilidade.
  10. Simplicidade: a arte de maximizar a quantidade de trabalho que não precisou ser feito.
  11. As melhores arquiteturas, requisitos e designs emergem de times auto-organizáveis.
  12. Em intervalos regulares, o time reflete em como ficar mais efetivo, então, se ajustam e otimizam seu comportamento de acordo.

Benefícios da metodologia ágil

Existem diversas razões para a adoção da metodologia ágil na gestão de um projeto. Entre elas, estão:

  • Maior envolvimento e satisfação das partes interessadas.
  • Entregas de qualidade superior.
  • Produtividade aumentada.
  • Maior transparência.
  • Maior flexibilidade.
  • Menos riscos 

Metodologia ágil aplicado na gestão

A princípio, a metodologia ágil foi criada com o objetivo de facilitar o desenrolar dos projetos da área de tecnologia, principalmente o desenvolvimento de software. Apesar disso, a metodologia ágil pode ser aplicada em qualquer área, inclusive na gestão.

Atualmente, vemos a metodologia ágil sendo aplicada nas mais diversas áreas como marketing, vendas e RH. Afinal, ela aumenta a produtividade, eficiência, eficácia, melhora a comunicação e ajuda a chegar no objetivo com mais simplicidade. Dessa maneira, fornece tudo o que qualquer negócio deseja ter diariamente.

Benefícios da metodologia ágil na gestão

  • Redução de desperdício por meio da minimização de recursos.
  • Maior foco nas necessidades específicas do negócio/área.
  • Maior sucesso através de esforços mais focados.
  • Maior flexibilidade e adaptabilidade para mudar.
  • Detecção mais rápida de problemas e defeitos.
  • Maior frequência de colaboração e feedback.
  • Processos de desenvolvimento otimizados.
  • Implantação mais rápida de soluções.
  • Tempos de resposta mais rápidos.
  • Maior controle.

Metodologias ágeis populares

Dentro da metodologia ágil existem diversas ferramentas. As mais populares são o Scrum, Kanban e Lean. Confira:

Scrum

No Scrum, os projetos são divididos em ciclos, chamados de sprints. Assim, cada Sprint representa um time box, equivalente a um conjunto de atividades a serem executadas. No início de cada sprint há uma reunião de planejamento, onde são definidos e priorizados os itens para o ciclo. Dessa maneira, a equipe seleciona o que é capaz de implementar durante a sprint.

A cada dia, a equipe realiza uma breve reunião, chamada de daily. Seu objetivo, portanto, é informar o que foi feito no dia anterior, identificando impedimentos para priorizar o trabalho do dia que se inicia.

Ao final de uma sprint, a equipe apresenta o que foi feito. Depois, é feito uma reunião de retrospectiva. Dessa forma, a equipe parte para o planejamento da próxima sprint. 

Kanban

O Kanban tem como foco aumentar a eficiência da produção e otimizar todo o processo. É uma gestão bastante visual. Post-its coloridos e de tamanhos diferentes são usados para representar as tarefas que precisam ser feitas, as que estão sendo feitas e as concluídas. Assim, cada grupo de post-its são separados em uma dessas três categorias.

Se você conhece o Trello, basicamente o layout dessa plataforma usa o Kanban para a organização e aumento de produtividade da equipe.

Lean

Lean significa enxuto. Esse método torna a gestão mais versátil e dinâmica. Além disso, usar somente os recursos necessários para realizar o trabalho, evitando desperdícios. 

A metodologia é baseada em três pilares:

1 – Enxugue o modelo de negócio com o Canvas

O Canvas é uma ferramenta criada inicialmente para definir um modelo de negócio ou projeto.

Para conhecer a ferramenta na prática, conheça o Canvas online aqui.

2 – Teste as possibilidades com o Customer Development

Após estruturar a tarefa com o Canvas, você deve testar suas hipóteses com uma abordagem chamada de “desenvolvimento com clientes”. Assim, troca assim informações com potenciais usuários, clientes, etc. para validação.

3 – Adote o desenvolvimento ágil

O desenvolvimento ágil obriga a perder tempo ou recursos. Assim, “ágil” se encaixa tanto na gestão de resultados como de equipes. 

Como resultado do aumento da concorrência e das mudanças do mercado, a agilidade fornece inúmeros benefícios para acompanhar o novo mundo.

À medida que mais empresas se tornarem digitais, altamente dependentes de velocidade, flexibilidade e aumento de produtividade, as metodologias ágeis serão cada vez mais necessárias. 


Os valores da metodologia ágil reforçam um RH ágil, e sua aplicação fortalece um negócio transformador, inovador e criativo.