People Analytics: saiba por que você precisa dessa ferramenta na sua empresa!

People Analytics promete revolucionar as gestões de RH, aumentar o engajamento e a produtividade das equipes e reter os talentos da empresa.

A tecnologia caminha à favor dos Recursos Humanos, como mostramos na matéria – tecnologia em gestão de recursos humanos: tendências para 2019 que você precisa saber .

As tendências para 2019 nos convidam a prestar cada vez mais atenção no valor humano das equipes, suas qualidades, produtividade, necessidades e gestão individualizada de carreiras e funções.

Seguindo esse modelo, o People Analytics é apontado como uma das principais ferramentas para a evolução empresarial das organizações que buscam aumentar a produtividade das equipes e reter os talentos da empresa.

Confira abaixo o que é essa estratégia e como aplicá-la.

O que é o People Analytics?

Sua empresa enfrenta questões de baixa produtividade, falta de motivação, saída constante de talentos e reclamações dos clientes? Então você vai adorar o People Analytics!

A ferramenta é um processo estratégico que compreende a satisfação dos colaboradores como sendo o principal pilar de sucesso da empresa, sendo necessário identificar o que os torna motivados e felizes no ambiente de trabalho.

A estratégia consiste em coleta, organização e análise de dados sobre o comportamento dos colaboradores, visando compreender as ações e expectativas dos colaboradores dentro da organização.

Dessa forma, a empresa consegue tomar decisões com mais clareza e antecipar riscos e perdas, resolvendo os problemas antes que eles aconteçam.

Os índices analisados contribuem para que os gestores entendam quais fatores aumentam a motivação da equipe, ou o contrário e também facilitam a visão sobre mudanças necessárias, como por exemplo, promover alguém ou mudar equipes de função e/ou estratégia.

Para realmente funcionar, o People Analytics deve contemplar diversos fatores e expectativas dos profissionais, como: função realizada, faixa salarial, histórico de promoções, desempenho, cursos realizados e etc.

O objetivo é identificar os pontos fortes e fracos de cada colaborador e traçar estratégias para que isso seja reajustado ou bem aproveitado dentro da empresa.

People Analytics traz valorização para os colaboradores e otimização de resultados para as empresas.

People Analytics otimiza o tempo dos Gestores de RH

No passado, realizar esse tipo de coleta de dados levaria meses mas agora o mercado conta com uma série de softwares de armazenamentos e análises de dados que agilizam esse processo.

Recentemente a Forbes lançou um estudo sobre o tema – clique aqui para acessar – onde mostrou que 69% das empresas americanas estão integrando dados para gerir pessoas. Nos levantamentos anteriores, esse número não passava de 15%.

A inteligência artificial também chegou com tudo para aprimorar os resultados do People Analytics. A leitura dos algoritmos de mensuração de resultados está cada vez mais elevada, otimizando a compreensão dos dados e revelando pontos que não eram tão fáceis de serem vistos antes.

Agora, os gestores de RH conseguem identificar padrões de atritos, prever performances e índices de turnover, além de uma série de atividades ligadas à produtividade.

People Analytics não é apenas geração de relatórios

Como o termo analytics vem ganhando cada vez mais destaque no mercado de RH, há quem confunda ainda o People Analytics com um relatório comum.

Entenda a diferença entre eles:

Geração de Relatórios: é a atividade que organiza dados informativos de forma sumária, como um relatório de monitoramento de campanha.

Analytics: é a atividade de interpretar os dados coletados, trazendo indicadores mais precisos.

Como implementar People Analytics na minha empresa?

1. Envolva os colaboradores no processo

Avaliações muitas vezes assustam os colaboradores, já que sabem que estão sendo observados e que algumas coisas, com certeza, vão precisar mudar. Dessa forma, sentem-se acuados e pressionados, e podem não colaborar corretamente com o processo.

Escolha um software de People Analytics, apresente às equipes e deixe claro as vantagens do processo e como eles serão beneficiados com esse novo movimento. Por exemplo, deixar claro como a empresa deseja saber quais são as reais necessidades de cada indivíduo e que pretende fazer o melhor por cada análise coletada.

Quando decidir por uma solução, garanta que todos entendem como usá-la, envolvendo-os num treinamento ou compartilhando com o pessoal materiais didáticos. Se houver uma abordagem democrática da liderança e uma experiência de interação com os afetados pela transformação, você terá na realidade defensores de People Analytics em sua empresa.

2. Conte com o time de marketing!

Nem sempre os responsáveis pela criação dos softwares ou a equipe responsável pela coleta e interpretação dos dados são os melhores para comunicar às equipes sobre o processo.

Conte com a colaboração da equipe de marketing para que esse processo seja claro e de fácil entendimento. Dentro desse plano, é recomendável haver esclarecimentos sobre a privacidade dos usuários e dos clientes, para prevenir atritos.

3. Comece por onde o resultado é mais urgente

Identifique qual setor da empresa está com mais dificuldades de gestão e de resultados. Apresente a ferramenta como uma nova solução e deixe que eles mesmos façam a propaganda boa dos bons resultados da implementação do People Analytics no setor para as outras equipes.

Assim, será cada vez mais fácil trazer a novidade para todos os ambientes da empresa.

Como preparar sua equipe para ler os dados do People Analytics?

Gestores de RH podem se capacitar em People Analytics em cursos online e ganhar destaque nas empresas.

A equipe de RH precisa estar preparada para lidar com os dados coletados e fazer bom uso dessa ferramenta. Confira alguns cursos de desenvolvimento em People Analytics:

  • Treinamentos em People Analytics, da PwC Brasil: O curso HR Analytics tem duração de dois dias, com custo de R$ 2.500,00 por participante (incluído estacionamento, almoço, material didático e certificado).
  • Curso online do Instituto de Física e Tecnologia de Moscou:São 7 semanas de estudo com cerca de 1-3 horas por semana. O conteúdo é inglês.
  • Curso online da Wharton School: A escola superior de administração norte-americana vinculada à Universidade da Pensilvânia, oferece um curso de 4 semanas de estudo, com 1-2 horas por semana, com conteúdo em inglês. A escola também realiza um evento anual sobre o assunto.
  • Certificação do Human Capital Institute: A certificação Analytics for Talent Management (ATM) é online e com custo. Conteúdo em inglês.

Bom estudo!

 

 

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *