Workstyle: o estilo de trabalho dos profissionais da equipe

Não há nada mais frustrante em um ambiente de trabalho do que ouvir discussões sobre o que os colaboradores julgam como “trabalho duro”. As comparações entre o estilo de trabalho dos membros da equipe geram um ambiente tóxico. Dessa forma, a resolução eficiente de quaisquer falhas por parte da equipe fica dificultada. É importante reconhecer que cada pessoa tem uma forma de realizar suas tarefas. O workstyleou estilo de trabalho, é a forma com a qual um indivíduo executa suas atividades no trabalho.

Como cada pessoa é única, as formas de lidar com as responsabilidades variam de indivíduo para indivíduo, criando inúmeros perfis de workstyle. Vamos nos ater a quatro tipos que contemplam as diversas definições existentes. São eles: O Executor, O Líder, O Apaixonado e O Estudioso.

As melhores equipes têm um bom equilíbrio entre os quatro workstyles. Por sua vez, as organizações devem ter equipes bem equilibradas, que confiam no estilo de trabalho de seus colaboradores e entendem a necessidade de tipos ou trabalhos diferentes.

Conhecer cada um desses perfis é uma boa forma de praticar o autoconhecimento e exercitar a compreensão da equipe para atribuição de tarefas. Assim, o trabalho delegado ao perfil ideal terá desenvolvimento mais eficiente e produtivo.

Confira agora os quatro principais workstyles – e entenda melhor como cada um funciona!

Workstyle 1: O Executor

Esse perfil pode ser considerado o mais racional dos quatro. Os Executores entram em êxtase quando as tarefas são concluídas, as checklists são verificadas e os projetos são finalizados. Normalmente, é um perfil bastante focado, que se importa com os detalhes que a maioria das pessoas não enxergam valor. Tendem a mergulhar de cabeça no trabalho, acreditando no valor da precisão do que fazem.

Algumas vezes, os Executores podem não dar tanta importância para trabalho de planejamento. Além disso, seu foco é tão grande que podem esquecer de comunicar o que estão fazendo para o restante do time. Por isso, é importante incentivar esses indivíduos a participar de reuniões de planejamento, destacando a relevância da transparência para um bom trabalho em equipe.

Workstyle 2: O Líder

Os Líderes criam a visão e inspiram os outros a acreditar nela. Você não pode deixar de ouvir, admirar e seguir os líderes. Sem líderes, estaríamos andando em círculos, sem nunca sair do lugar.

Esse perfil tem como características principais a visão do todo e a capacidade de organização de distintas tarefas. Esses perfis não necessariamente possuem um cargo de chefia, mas o seu espírito de liderança contagia a todos. Os Líderes, portanto, tem seu trabalho destacado na gestão estratégica da empresa.

É um perfil que tende a se esquecer de consultar a opinião do restante da equipe para tomar decisões perante determinado assunto ou projeto. Por essa razão, é importante também trabalhar a comunicação aberta entre todos os membros da equipe.

Workstyle 3: O Apaixonado

Os Apaixonados constroem relacionamentos de forma fácil, acreditando fielmente que “juntos somos mais fortes”. Esse perfil tende a estabelecer a harmonia dentro da equipe, principalmente em projetos complexos potencialmente estressantes. São pessoas mais sensíveis e empáticas, que possuem grande facilidade em reconhecer como outros membros da equipe estão se sentindo.

No entanto, esse perfil tem dificuldade para um trabalho orientado à detalhes e nuances. Deixados à própria sorte, podem ter uma preocupação excessiva em deixar todos confortáveis, evitando confrontações de ideias que incrementem os trabalhos ou projetos.

Workstyle 4: O Estudioso

Esse perfil adora pesquisar coisas novas, aprender e entender meticulosamente a dinâmica de um projeto. São deliberados, disciplinados e tendem a pensar mais estrategicamente do que a maioria das pessoas. No entanto, podem ter maior dificuldade em colocar o planejamento em ação.

Para executar seus melhores planos, eles precisam do apoio da equipe para agir. Por essa razão, é importante impulsionar esses indivíduos a desenvolverem suas capacidades para aplicação de estratégias, promovendo a proximidade com o time para seu aprendizado.


Todos nós temos pontos fortes que podem ser potencializados! Através do alinhamento com outras pessoas, é possível encaixar as características pessoais em prol do desenvolvimento da equipe. Assim, ao invés de criticar a forma de trabalho de alguém, o RH deve se certificar de que os profissionais estejam lidando com tarefas que se encaixam no seu perfil.

Através de boa comunicação e estratégia, é possível coordenar todos os diferentes talentos e estilos dentro de uma equipe, garantindo a evolução individual e o desenvolvimento da área como um todo.